Veja prós e contras da provável despedida do Timão da Florida Cup
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Veja prós e contras da provável despedida do Timão da Florida Cup

  •  Fagner na Parada da Disney
    Fagner representou o Corinthians em evento na Disney em 2017 (Foto: Divulgação)
  •  Treino Corinthians Florida Cup (Foto:Daniel Augusto Jr)
    Treino do Corinthians nos Estados Unidos em 2017 (Foto:Daniel Augusto Jr)
  •  Treino Corinthians Florida Cup (Foto:Daniel Augusto Jr)
    Treino do Corinthians nos Estados Unidos em 2017  (Foto:Daniel Augusto Jr)
  •  Treino Corinthians Florida Cup (Foto:Daniel Augusto Jr)
    Treino do Corinthians nos Estados Unidos em 2017  (Foto:Daniel Augusto Jr)
  •  Treino Corinthians Florida Cup (Foto:Daniel Augusto Jr)
    Treino do Corinthians nos Estados Unidos em 2017  (Foto:Daniel Augusto Jr)
  •  Treino Corinthians Florida Cup (Foto:Daniel Augusto Jr)
    Treino do Corinthians nos Estados Unidos em 2017 (Foto:Daniel Augusto Jr)
Guilherme Amaro - 08/01/2018 - 07:00
São Paulo (SP)
O Corinthians participará pela quarta e provavelmente última vez da Florida Cup, nos Estados Unidos. As atividades do Timão no exterior começam nesta segunda-feira, quando o elenco chega e treina durante a tarde.

Apesar de novamente fazer parte da pré-temporada nos Estados Unidos, o Corinthians vê vários pontos negativos na participação da Florida Cup. Por outro lado, também sabe que é importante expor a marca do clube no exterior. 

Com mais contras do que pró (veja abaixo), o Corinthians já pensou em desistir de participar da Florida Cup de 2017 e 2018. Porém, o clube tem contrato com a organização do torneio até este ano e teria que pagar uma multa caso não viajasse aos Estados Unidos. O vínculo não deve ser renovado.

PRÓS:

Exposição: com o torneio amistoso internacional, o Corinthians divulga sua marca no exterior. Muitos clubes brasileiros buscam duelos com adversários estrangeiros ao longo do ano, mas esbarra no calendário. A Florida Cup acaba sendo uma boa oportunidade, apesar de o resultado ser considerado pelo Timão abaixo do esperado.

Adversários: neste ano, o Corinthians enfrentará o PSV, da Holanda, e o Rangers, da Escócia. A comissão técnica gosta de disputar amistosos contra rivais competitivos, algo que é difícil marcar no Brasil.

- É algo importante pegar adversários difíceis. Que bom pegar o PSV, que já está no meio da temporada, os jogadores vão estar melhor na parte física. Com o Rangers, também. É aí que a gente vê nossas dificuldades e acerta a equipe o quanto antes - disse o técnico Fábio Carille, no último sábado.

Estrutura: no Brasil, o Corinthians conta com um CT moderno. Nos Estados Unidos, a estrutura também é bastante elogiada. O Timão ficará hospedado no Omni Orlando Resort at Championsgate, que conta com campos onde serão realizados os treinos.

CONTRAS:

Financeiro:
para a diretoria, a participação na Florida Cup não tem um rendimento financeiro esperado. A organização do torneio banca parte das despesas com passagens aéreas e hospedagem, mas o Timão acredita que poderia ter menos custos em outro tipo de pré-temporada.

E se chegar reforço? No ano passado, Pablo foi contratado quando o Corinthians estava prestes a embarcar para os Estados Unidos e não participou da pré-temporada com o elenco. Neste ano, pode acontecer isso caso o zagueiro Henrique, ex-Fluminense, seja oficializado pelo Timão.

Dirigentes fora: em negociações de saídas e chegadas, o Corinthians não terá algum dirigente do futebol no Brasil. O presidente Roberto de Andrade e o gerente Alessandro Nunes acompanharão o elenco nos Estados Unidos. Por outro lado, o Timão quer o atacante Henrique Dourado, do Fluminense, que também participará do torneio amistosos internacional.

Calendário: por conta da Copa do Mundo, o calendário de 2018 é ainda mais apertado. O elenco voltará ao Brasil no domingo (dia 14), e a estreia no Paulistão será na quarta-feira seguinte (dia 17). No ano passado, o Timão ainda fez um amistoso contra a Ferroviária entre o fim da Florida Cup e o começo do campeonato estadual.

Reclamações dos jogadores: ficar longe da família é algo que incomoda o elenco, que já teve de dormir dois dias no CT Joaquim Grava e foi liberado na noite de sábado. Além disso, alguns jogadores reclamam de algumas comidas dos Estados Unidos.

icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance