Paulo Garcia alega fraude em eleição de Andrés Sanchez e entra na Justiça
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Paulo Garcia alega fraude em eleição de Andrés Sanchez e entra na Justiça

Chapa de Paulo Garcia
Chapa encabeçada por Paulo Garcia entrou com uma ação na Justiça (Foto: Marcio Porto)
Guilherme Amaro - 08/02/2018 - 16:08
São Paulo (SP)
A chapa encabeçada por Paulo Garcia ao lado dos vices Flávio Adauto e Emerson Piovezan entrou na Justiça contra a eleição de Andrés Sanchez como presidente do Corinthians. A denúncia é por fraude na votação que aconteceu no último sábado, no Parque São Jorge.

A alegação é de que houve alteração em uma das urnas eletrônicas. A ação é contra a Telemmeting Brasil, que forneceu as urnas para a eleição do Corinthians. O sócio-diretor da empresa, Andrea Mosiici, rebateu as acusações.

- Todo o processo foi feito seguindo procedimentos acordados entre Corinthians e todas as chapas. A lisura foi acompanhada por fiscais e auditores indicados pelos próprios candidatos. Temos todas as provas para mostrar. Entendo que há interesses políticos e estão manchando uma empresa que está há 22 anos no mercado - disse Mosiici.

Os outros candidatos já estão cientes da ação movida por Paulo Garcia, que ficou em segundo lugar na eleição. Há a possibilidade de novas ações contra a empresa.

Na eleição do último sábado, 3.642 sócios do clube. Andrés Sanchez venceu com 1.235 votos (33,9%), enquanto Paulo Garcia ficou em segundo, com 834 votos (22,9%). Antonio Roque Citadini recebeu 803 votos (22%), Felipe Ezabella teve 461 votos (12,6%) e, por fim, Romeu Tuma Júnior somou 278 votos (7,6%). Houve ainda 18 votos e 13 brancos.


E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance