Mais responsabilidades contra rival familiar: Romero desafiado no Timão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Mais responsabilidades contra rival familiar: Romero desafiado no Timão

  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Romero, do Corinthians
    Paraguaio soma 145 jogos pelo Timão (Foto: Daniel Augusto Jr)
Gabriel Carneiro - 13/09/2017 - 07:00
São Paulo (SP)
Romero é o principal artilheiro do Corinthians na Arena e titular incontestável desde o início da temporada. Ele não é protagonista, mas tem gols e lances importantes ao longo do ano e se tornou um jogador respeitado pela torcida do clube onde mudou de status na carreira. O novo status, porém, supõe novas responsabilidades, como as que ele terá nesta quarta-feira, no duelo contra o Racing (ARG), pela abertura das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O clube argentino é "familiar" para Romero, pois foi onde seu irmão gêmeo Óscar atuou por três temporadas antes de ir para a Europa no início deste ano. Contra o Racing, o camisa 11 do Corinthians precisará trabalhar mais como atacante, homem de criação e definição de jogadas, do que como ponta voluntarioso que desce à defesa para marcar e interceptar passes dos adversários. Em outras palavras: a comissão técnica deseja um Romero mais efetivo no ataque, pois ele tem apenas cinco gols e quatro assistências em 44 partidas na temporada.

Nesta quarta-feira, a exigência de mais participação ofensiva de Romero é explicada pela postura esperada do adversário, que deve vir a Itaquera com três zagueiros e dois laterais defensivos, em uma espécie de 5-3-2 com um volante bem postado à frente da defesa. Assim, a presença do paraguaio no ataque pode dar mais dinâmica e fluidez ao jogo do Corinthians, que conta em construir vantagem em casa para decidir na Argentina na próxima semana.

Internamente, a dedicação de Romero é muito bem avaliada - o jogador, inclusive, foi um dos que mais sentiu a derrota na Vila Belmiro emocionalmente. Porém, está na hora de outro passo, e nada melhor que um adversário "familiar" pela frente.

O último gol de Romero pelo Corinthians completou três meses na última sexta-feira.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance