Herói no Corinthians, Caíque França elege melhor defesa contra o PSV
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Herói no Corinthians, Caíque França elege melhor defesa contra o PSV

  •  Corinthians x PSV
    Caíque França defende o pênalti que garantiu a vitória ao Timão (Foto: Gregg Newton / AFP)
  •  Corinthians x PSV
    Giovanni Augusto e Caíque França comemoram depois dos pênaltis  (Foto: Gregg Newton / AFP)
  •  Corinthians x PSV
    Corinthians x PSV FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Carille em ação no duelo Corinthians x PSV FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Corinthians x PSV FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Rodriguinho comemora o gol do Corinthians FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Comemoração do gol do Corinthians  FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Turco Kazim começou como titular FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Corinthians x PSV FOTO: Divulgação
  •  Corinthians x PSV
    Corinthians x PSV (Foto: Divulgação)
LANCE! - 11/01/2018 - 00:28
São Paulo (SP)
O goleiro Caíque França foi o nome da primeira partida do Corinthians na temporada 2018. Com pelo menos três defesas difíceis e uma na decisão por pênaltis, o reserva de Cássio garantiu ao Timão o ponto extra na estreia na Florida Cup contra o PSV (HOL) na noite desta quarta-feira em Orlando. No tempo normal, o jogo foi 1 a 1, com vitória corintiana por 5 a 4 nos pênaltis. E Caíque brilhou, podendo celebrar uma noite especial. 

- A gente está trabalhando no dia a dia, buscando espaço e esperando oportunidade para mostrar meu trabalho. Foi o primeiro pênalti que peguei no profissional e foi muito especial para mim - afirmou o arqueiro, após a partida.

Caíque salvou o Corinthians no fim com grandes defesas. Ele disse depois qual escolheria para dedicar à mãe. Foi no chute do brasileiro Mauro Júnior. Ele chutou rasteiro, mas o goleiro fez milagre. 

- A defesa que eu escolheria para minha mãe seria a cara a cara que eu peguei no chão - disse Caíque. 

Caíque França tem 22 anos e no ano passado era o quarto goleiro do Corinthians. Ele acabou ganhando destaque no fim da temporada ao entrar em três jogos do Timão no Brasileiro, substituindo Cássio, que estava na Seleção Brasileira. Isso aconteceu porque o reserva Walter se lesionou no duelo contra o Atlético-PR na Arena da Baixada. Caíque entrou nesse jogo, quando dividia banco com Matheus Vidotto, em tese o terceiro goleiro. Mas Carille optou por Caíque, causando revolta em Vidotto. Tanto que ele se revoltou e não foi mais relacionado para jogo. Ficou no Brasil e deve ser negociado. Operado, Walter só deve voltar em março. 

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance