Corinthians tenta sair de 'fogo cruzado' em jogo contra o Fla
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Corinthians tenta sair de 'fogo cruzado' em jogo contra o Fla

Carille - Jogadores Corinthians
Carille e Andrés não pouparam os jogadores de críticas durante a semana (Foto:Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
Gabriel Santos  - 03/11/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
O Corinthians teve uma semana conturbada, especialmente depois da derrota para o CSA por 2 a 1, que tirou o time do G6, grupo dos classificados à Copa Libertadores do próxima temporada. Os jogadores do Timão sofreram críticas do presidente Andrés Sanchez e do técnico Fábio Carille pelo mau rendimento da equipe nos sete jogos sem vitória. 

 O presidente Andrés Sanchez disparou contra o elenco em entrevista coletiva após a derrota para a equipe alagoana na última quarta-feira. O dirigente em diversos momentos sugeriu férias aos atletas e com salários pagos em dia. Na visão dele, o time joga como se já estivesse de férias.

- Eu estou passando vergonha. Se entregar assim não pode. O time está apático. Quem quiser sair de férias já pode, e vai receber em dia. O salário está em dia. Todo mundo tem culpa. Tem que reagir. Não pode ficar esse marasmo.

Se não bastasse as críticas do mandatário, a entrevista coletiva de Carille na última sexta-feira, também teve recados diretos ao elenco. O treinador chegou a dizer que sente 'vergonha' da equipe. Ele, inclusive, tem seu cargo ameaçado dependendo do resultado da partida deste domingo contra o Flamengo. 

- Vergonha. Não preciso olhar como torcedor, não, tenho que olhar como comissão e ser ciente daquilo. Vergonhoso, não parece um time treinado, parece que se junta no vestiário e vai para o jogo. Você passa informações e depois tá na beira do campo e isso não é feito. Não está faltando raça, mas tecnicamente a gente tem que ser melhor. 

Resta saber se os jogadores terão forças para sair desse 'fogo amigo' e ter um clima de paz para os próximos dias no CT Dr. Joaquim Grava. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance