menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cássio vê 'melhor ano' no Corinthians e despista sobre a situação de Walter

  •  Cássio, do Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Cassio - Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Antonio Cicero/Photopress)
  •  Cássio, do Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Cássio, do Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Cássio, do Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Cássio está perto de conquistar seu sexto título pelo Corinthians
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)
  •  Treino Corinthians - Cássio
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)
  •  Treino Corinthians - Cássio
    Cássio sofreu 19 gols em 35 jogos neste ano (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
Gabriel Carneiro - 15/06/2017 - 17:38
São Paulo (SP)
Cássio nunca havia sido tão direto. Em má fase física e técnica no ano passado, quando perdeu a posição de titular para Walter, o goleiro afirmou nesta quinta-feira que foram apenas detalhes que impediram sua saída para o Grêmio no momento em que estava insatisfeito com o banco de reservas imposto por Tite e Oswaldo de Oliveira. O tempo passou, o goleiro campeão mundial se reabilitou e recuperou a condição e hoje é Walter quem está como suplente sem perspectiva próxima de aproveitamento. Isso significa que ele também pode pensar em sair do Timão? Cássio decidiu não opinar.

- É complicado falar sobre outra pessoa e não gosto de dar opinião, cada um sabe o que é melhor para si. Mas ele (Walter) é um grande goleiro e quando jogou foi bem. Mas não vejo só o Walter, e sim os outros dois goleiros que também temos e aproveitaram as chances. É bom ter goleiros de qualidade, o trabalho evolui, a cobrança é maior e temos que trabalhar. Mas jogar e ser titular no maior clube do Brasil já é pressão suficiente para você se dedicar - disse Cássio, questionado logo depois com um panorama comparativo entre os dois goleiros do Corinthians.

- Teve uma possibilidade no meio do ano em que quase fui embora para o Grêmio, mas não aconteceu porque não era para acontecer. Essa pergunta (se Walter também pode pensar em sair) você tem que fazer para ele, não sei o que se passa na cabeça dele. Não costumo falar com os companheiros sobre isso. Por isso é complicado eu falar sobre a situação dele.

Independentemente da situação de Walter no elenco, Cássio segue sua rotina de boas atuações. Ele não sofreu gols em 19 dos 36 jogos do Corinthians na temporada, conseguiu o sexto título no sexto ano como jogador do clube e conquistou novamente a confiança da Fiel torcida. A boa fase é tanta que o camisa 12 considera sua temporada como a melhor em regularidade.

- De regularidade esse é meu melhor ano. Venho muito bem, porque se falava muito que eu aparecia em momentos decisivos e esse ano venho sendo mais regular entre todos os anos. Nossa cabeça é nosso guia e hoje estou com a cabeça tranquila na vida particular e no campo, me entrego 100% ao trabalho. Estou trabalhando bem, forte, com a ajuda do Mauri na preparação e os companheiros, além de um treinador que passa confiança. Não fiz um bom segundo semestre ano passado, mas nesse ano recebi confiança e isso faz a diferença. O mínimo que posso fazer é me dedicar 100% a ele, ao clube, e isso faz eu viver um grande momento.

VEJA OUTRAS RESPOSTAS DE CÁSSIO EM ENTREVISTA NESTA QUINTA:

BOA FASE
"Muito legal estar entre os primeiros, é fruto do trabalho. Mas não colocamos isso como algo para jogar na cara de quem criticou e falou mal, de maneira alguma. Nos preocupamos com nossa equipe mesmo, em sempre fazer o melhor, se dedicar, competir jogo a jogo. Estamos só no meio do ano, mas o time mostra consistência e vem de bons resultados porque pensa jogo a jogo. Mesmo estando em primeiro e ganho clássicos a equipe não se deslumbrou, tem muita humildade, respeita todos e está colhendo os frutos".

ELEMENTOS DO SUCESSO
"Diretoria que dá tranquilidade para a gente trabalhador, treinador que tem total controle do grupo e jogadores que entendem o que ele fala. O principal de tudo é o treinador que todo mundo respeita por ser franco. A marca dessa equipe é o trabalho e a dedicação. Ganhamos o jogo do São Paulo e no dia seguinte nos reapresentamos seu euforia, parecia um dia normal, sabíamos que precisávamos de mais uma vitória na quarta-feira. Isso é humildade".

MELHOR INÍCIO DA HISTÓRIA DO BRASILEIRO
"A gente sempre almeja coisas grandes, esse grupo tem persistência e acredita, por mais difíceis que sejam as partidas ou as circunstâncias. Sempre acreditamos e pensamos jogo a jogo, não adianta ver estatística, ver outros anos. Estamos em 2017, esse é o ano, esse é o momento. Pensamos jogo a jogo, passo a passo e vamos adotar essa mentalidade até o fim".

SEQUÊNCIA INVICTA COMO A DE 2015?
"Acho que são times e situações diferentes, é difícil comparar. Nesse ano o mais forte é o coletivo, não tem um jogador que seja diferencial, craque, decida. Todos ajudam e decidam. Naquele time de 2015 tinha quem desequilibrava, Jadson em grande momento, Renato Augusto, Vágner Love em grande fase. Tem alguns comparativos, sim, mas naquele momento tinha jogadores que individualmente faziam uma diferença que o coletivo hoje faz".

TREINO PESADO MESMO APÓS JOGO
"É normal, sempre assim. A gente não tem muito tempo para trabalhar e goleiro precisa treinar velocidade e reflexo. Geralmente na sequência de jogos quarta e domingo a equipe titular só treina na véspera dos jogos, mas o goleiro não pode ter essa folga. Prefiro treinar hoje, porque o cansaço bate maior amanhã, então damos uma segurada para estar 100% no jogo".

JOGO CONTRA O CRUZEIRO E DEFESA
"A bola rondou, mas vieram poucas bolas, o que mostra que mesmo sendo pressionados a bola não chega, é pela nossa maturidade. Em jogos assim você precisa estar muito concentrado. No primeiro tempo não veio bola e no segundo veio aos 43 e aos acréscimos, o que reforça a importância da maturidade. No lance do Sóbis eu não vi a bola, então considero a defesa mais difícil. Considero o Cruzeiro o time mais organizado que enfrentamos no Brasileiro, eles tiveram mais posse de bola em alguns momentos, mas o que vale é o resultado, fizemos o gol e conseguimos nos defender e aguentar a pressão".

CARILLE
"O Carille traz algumas coisas do Tite, mas nem todos os jogadores trabalharam com o Tite, então o mérito hoje é do Carille, de mudanças táticas, dicas. Ele escuta muito, como o Tite, tem a cabeça aberta e muito a crescer. No dia a dia é muito tranquilo de se trabalhar".

VOLTAS DE FAGNER E RODRIGUINHO
"O Fagner é um dos líderes do elenco, ajuda fora do campo também, conhece todos. O Rodriguinho tem uma transição muito boa na parte ofensiva, não é à toa que faz tantos gols. São jogadores que vêm para agregar, mas é só ver que o Paulo Roberto teve uma evolução boa nesses três jogos e na frente o pessoal rendeu. Quem está jogando está bem e isso mostra a força do grupo".

CRUZEIRO
"Dificultou bastante o jogo, foi bem difícil, assim como sempre é contra o Cruzeiro. Equipe do Mano organiza bem, dificulta. Foi o jogo mais tenso e difícil, porque eles nos pressionaram mais do que estamos acostumados. Pressionou, mas chance de gols foram poucas. Agora é o Coritiba, já começamos a receber vídeos, vamos olhar o jogo de hoje, é um time que vem bem na tabela, mas vamos tentar tirar informações para fazer um grande jogo".

ÉPOCA DE BONS GOLEIROS
"É uma fase muito boa, tem muitos goleiros bons no Brasil e no exterior. Que bom que a gente tenha um nível muito bom de atletas. Gosto de ver grandes defesas. Hoje no Brasil temos 10, 15 jogando em alto nível, e alguns mais experientes que dispensam comentários, como Fábio, Victor, Prass, Vanderlei, que agora vem sendo falado, mas já há muito tempo vem sendo regular, gosto muito do Diego Cavalieri, que não vem jogando. Há muitos goleiros que dificultam para os atacantes".

19 JOGOS SEM SOFRER GOLS E SORTE EM LANCE DE ÁBILA
"Estamos muito felizes, esses números se devem a todo conjunto do Corinthians, todo mundo entendendo, quem vem entrando necessita de defender muito bem a meta. A equipe toda está de parabéns e vamos trabalhar para continuar nessa crescente. Que bom que tudo está dando certo".

SURPREENDE O DESEMPENHO DOS OUTROS FAVORITOS?
"Não estou surpreso porque estamos 100% focados aqui no Corinthians, não temos que nos preocupar com os outros, se estão ganhando ou não. Nosso objetivo é que o Corinthians esteja entre os primeiros, porque quando você fica olhando os outros esquece o seu. Precisamos manter esses resultados".

TOP 10 DE GOLEIROS?
"Essa pergunta é complicada, não sei. Quem tem que ver isso são vocês. Estou tentando contribuir à minha equipe, fazer o melhor e tentando evitar que a gente tome gols, porque na frente o pessoal está fazendo. O Corinthians saindo vitorioso, ótimo".

E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance