Boselli relembra Tevez: 'Espero fazer metade do que ele fez no Corinthians'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Boselli relembra Tevez: 'Espero fazer metade do que ele fez no Corinthians'

  •  Boselli - Corinthians
    Mauro Boselli em sua apresentação no Corinthians Divulgação
  •  Boselli - Corinthians
    Atacante recebe a camisa 17 das mãos dos dirigentes Marcio Porto
  •  Boselli - Corinthians
    Boselli ao lado do diretor Jorge Kalil Marcio Porto
Marcio Porto - 07/01/2019 - 10:56
São Paulo (SP)
Mauro Boselli, atacante de 33 anos, foi apresentado nesta segunda-feira como reforço do Corinthians. O jogador assinou contrato válido por duas temporadas e em sua primeira entrevista coletiva no clube relembrou a passagem de seu compatriota Carlitos Tevez, ídolo do Timão campeão brasileiro em 2005. Boselli disse que se pude repetir um pouco da trajetória do amigo no clube já estará de bom tamanho. Vale lembrar que Tevez ficou entre 2005 e 2006, ganhou o Brasileiro e disputou 78 jogos, com 46 gols.

- Claro que vi muitos jogos do Tevez no Corinthians, eu joguei com ele no Boca, o conheço desde criança. Somos jogadores de características distintas, eu sou mais definidor. Mas a história dele aqui foi magnífica, eu espero fazer pelo menos metade do que ele fez aqui - afirmou o atacante, em entrevista acompanhada pelos seus familiares no CT, 



E MAIS:
Boselli foi contratado do Léon (MEX) para resolver a lacuna de um centroavante, aberta desde a saída de Jô para o futebol japonês no fim de 2017. O atacante, que vai vestir a camisa 17 no Corinthians a seu pedido, se disse pronto para a missão, mas precisará de um tempo para adaptação.

- Eu dependo muito da equipe para fazer gols. Não é fácil. Eu sou um finalizador de jogadas. Por isso preciso treinar logo e vê as ideias do treinador para me adaptar aos companheiros - afirmou. 

Boselli disse que outros clubes do Brasil o procuraram, não falou quais, mas garantiu que nunca teve dúvidas sobre em qual jogaria e citou a força do Corinthians para explicar sua decisão.

- Mesmo com propostas de outros clubes, quando pintou o Corinthians, eu disse ao presidente Andrés que queria jogar aqui. É um orgulho vestir a camisa de um clube assim, como o Boca. As redes sociais mostraram isso. Em dois dias, ganhei mais de 100 mil seguidores - contou.

Ainda nesta segunda-feira, Mauro Boselli viajará ao México para resolver as últimas pendências e se despedir do seu ex-clube. Com isso, ele perderá parte da pré-temporada e já adiantou que não estará em campo no amistoso contra o Santos no próximo dia 13 na Arena. No dia 10, o Timão também enfrenta o Nacional no CT. 

- Seguramente, não poderei jogar. Foram seis anos no México, há muitas coisas para resolver lá - afirmou.

Revelado pelo Boca Juniors (ARG), pelo qual foi campeão da Libertadores em 2007, Boselli ganhou mais projeção em 2009, quando voltou a ser campeão do torneio sul-americano, desta vez pelo Estudiantes (ARG). Ele foi o artilheiro da competição com oito gols. 

Facebook Lance Twitter Lance