Andrés rechaça participação do elenco e revela o que o fez demitir Tiago Nunes: 'Mudei de opinião'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Andrés rechaça participação do elenco e revela o que o fez demitir Tiago Nunes: 'Mudei de opinião'

LANCE! - 15/09/2020 - 18:08
São Paulo (SP)
Tiago Nunes foi demitido pelo Corinthians na última sexta-feira, um dia após a derrota para o Palmeiras por 2 a 1, mas apenas nesta terça-feira o presidente Andrés Sanchez se pronunciou sobre a decisão de mandar embora o treinador, já que na última semana havia dito que manteria o profissional no cargo, apesar da forte pressão. No entanto, ele admitiu que acabou mudando de ideia ao conversar com diretores próximos e descartou influência do elenco no tema.

Segundo Andrés Sanchez, em entrevista para o Grupo Globo antes do Dérbi, uma justificativa para demitir Tiago Nunes seria a impressão de que o treinador havia perdido o controle do grupo. Porém, de acordo com o mandatário, não foi isso o que aconteceu e o motivo pelo qual decidiu trocar o comando se deu por conversas com diretores do clube, que viram que era momento de mudar.

- Houve matérias dizendo que eu tive reunião na sexta com os jogadores, mas isso é mentira. Sexta de manhã eu estava na CBF, nem estive com os jogadores, só encontrei eles no sábado. A intenção era não tirar o Tiago naquele momento, mas conversando com os diretores nós decidimos, por bem, trocar. Achamos que devia trocar, mudei de opinião em três dias. Infelizmente o futebol é dinâmico. Jogador não teve influência nenhuma em tirar treinador. Nunca teve influência de jogador, nem para pôr, nem para tirar.

- Ele saiu porque os diretores que estavam aqui me convenceram de que era o momento de mudar. Não teve nenhuma participação de jogadores. Futebol é dinâmico, vamos repensando. Eu não gostaria, mas infelizmente tivemos que tirar - completou Andrés Sanchez.

E MAIS:
Perguntado sobre quais foram as alegações dos diretores para demitir Tiago Nunes, Andrés citou a falta de resultados e o a impressão de que o time não "deu liga", mas em outra resposta, sobre a manutenção ou não da ideia de mudança de filosofia de jogo, o presidente corintiano disse que busca um técnico que possa explorar o melhor de cada jogador do elenco.

- Resultado. O time não estava encaixando com ele. Por isso foi decidido. Não é que me convenceram, eu também achei que era o momento de mudar. Só isso, não teve participação de mais ninguém.

- Eu nunca falei de mudar filosofia, e o treinador também não. Falamos em ser mais proativos. Cada um tem seu jeito de jogar. Vamos ver qual treinador vai vir, para ele impôr a maneira dele jogar. O treinador tem que saber explorar o melhor de cada jogador - explicou o mandatário.

Por fim, Andrés fez questão de reforçar que o elenco não teve influência na demissão de Tiago Nunes, como muito se especulou desde o anúncio, na última sexta-feira. Segundo o presidente, esse tipo de coisa não acontece no Corinthians, e elogiou o profissionalismo do atual grupo de jogadores.

- Errou quem falou que tive reunião com os jogadores na sexta de tarde. Nem aqui eu tava. Começa errado, termina errado. Desde que eu participo do Corinthians como presidente e diretor, jogador nenhum interferiu para trazer ou colocar jogador. O Tite já foi campeão de tudo e saiu xingado. Infelizmente futebol é isso. Os jogadores estão trabalhando profissionalmente, como poucos que já vi em grupo - concluiu.

Coletiva Andrés Sanchez
Andrés comentou demissão (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Facebook Lance Twitter Lance