Richarlison relembra lesão 'à la Neymar' e confia em recuperação do craque: 'Vai tirar de letra'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
header-CopaDoMundo

Richarlison relembra lesão 'à la Neymar' e confia em recuperação do craque: 'Vai tirar de letra'

Richarlison e Neymar
Richarlison e Neymar fraturaram o quinto metatarso e tiveram que operar (Foto: Reprodução)
Marcello Neves* - 19/05/2018 - 10:02
Após os convocados de Tite para a Copa do Mundo serem definidos, a grande preocupação gira em torno de Neymar. O camisa 10 da Seleção Brasileira declarou que "precisa perder o medo" após sua cirurgia no quinto metatarso do pé direito, sofrida em fevereiro. O LANCE! conversou com psicólogos esportivos, especialistas médicos e também com o atacante Richarlison, que sofreu a mesma lesão nos tempos de Fluminense, para entender a situação. 

- É um pouco complicado depois que você opera. No começo, dá um pouco de medo de entrar em divididas, às vezes até de chutar a bola, de fazer qualquer movimento mais brusco. Acho que é o receio de todo mundo que passa por uma cirurgia. Mas depois que começa a treinar, com o tempo você vai voltando ao normal. Tudo é questão de se acostumar de novo com os movimentos. Neymar vai tirar isso de letra e estar 100% para a Copa do Mundo - revelou o atacante atualmente do Watford, ao L!.



Richarlison foi contratado pelo Fluminense em 2016 e viveu grande expectativa após boas atuações na Flórida Cup, sendo destaque no torneio de pré-temporada. No entanto, no fim de janeiro daquele ano, fraturou o quinto metatarso do pé esquerdo em treino das Laranjeiras e precisou passar por cirurgia. No caso de Neymar, a lesão aconteceu durante partida do Campeonato Francês. Ambos demoraram dois meses para serem liberados pelos departamentos médicos. 

Richarlison conversou com a reportagem e comentou sobre seu processo de recuperação. O medo sentido por Neymar é normal nesses casos, além da necessidade de readquirir a forma física ideal para atuar em alto nível. Segundo o atacante do Watford, é preciso passar com cuidado por todas as etapas de recuperação para poder retomar a confiança. 

- Foi tranquilo. Tem horas que você quer sair correndo, fazendo todos os movimentos logo no início e não vai conseguir. É preciso ter paciência. Lembro que o Filé (fisioterapeuta do Flu) e todo o DM do Fluminense me ajudaram muito na época. Eles tiveram muito cuidado para que eu passasse por todas as etapas da melhor maneira e voltasse com confiança para poder jogar bem novamente - disse. 

Essa é a principal lesão da carreira de Neymar. Os dois meses de ausência dos gramados superaram os 38 dias de recuperação de uma fratura em uma das vértebras da lombar na Copa do Mundo de 2014. Preocupações à parte, a previsão do médico Rodrigo Lasmar é que o camisa 10 esteja disponível para o amistoso contra a Croácia, no próximo dia 3 de junho.

*Sob a supervisão de Aigor Ojêda


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance