Perto da volta, Neymar diz: 'Preciso perder o medo o mais rápido possível'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
header-CopaDoMundo

Perto da volta, Neymar diz: 'Preciso perder o medo o mais rápido possível'

Neymar vai para a sua segunda Copa do Mundo como principal estrela do Brasil. O sonho do hexa passa muito pelosm pés do craque do PSG
IAN KINGTON / AFP
LANCE! - 11/05/2018 - 13:18
Rio de Janeiro (RJ)
Cada vez mais perto do retorno aos gramados após a cirurgia para corrigir uma fratura no pé, Neymar revelou um certo receio para chegar a Copa do Mundo 100% recuperado. Em entrevista ao canal do Zico no Youtube, o craque abriu o jogo.

- A expectativa (pela volta aos gramados) é grande. Está dando tudo certo. Comecei a andar novamente, mas sempre tem aquele medo de voltar. Preciso perder esse medo o mais rápido possível para chegar na Copa voando. No começo, a gente fica com receio de fazer o movimento todo e vai meio que compensando - disse Neymar, que também revelou que seria poupado no jogo seguinte:

- Eu ia ser poupado no jogo seguinte, porque eram dois jogos importantes contra o então segundo melhor time da França (Olympique). Jogávamos contra eles na Liga, ia ter outro jogo pela semifinal da Copa da França e depois outro da Liga em que eu seria poupado. Já tinha sido conversado isso dois dias antes. Infelizmente, acabei me machucando no sábado. Esse ano foi o que eu menos joguei, porque o técnico me descansava bastante.

Questionado sobre o ouro olímpico, conquistado no Rio em 2016, Neymar lembrou o início ruim e uma conversa com Renato Augusto antes da recuperação do time:

- No início, foi brabo. Estava procurando um buraco para me esconder. Não sabia o que fazer mais, estava "P" da vida. E aí o Renato Augusto bate no meu quarto, estava tudo escuro e não queria ver ninguém. Ele disse: "Se você achar um buraco, acha um para mim também". Já comecei a rir, conversamos e vimos o que precisava fazer para mudar o nosso jeito de jogar. Começamos a conversar sobre tática e decidimos falar com o Micale (técnico). Mudamos totalmente a tática do time.

BARCELONA
Me acolheram muito bem. Eu sou muito feliz em conseguir encontrar esses caras no futebol e jogar. Eu falo até para os meus amigos que, depois do Messi, o Iniesta foi quem mais me surpreendeu.

MESSI E SUÁREZ
Ele é um monstro dentro de campo, é muito inteligente. Nos treinos, a gente ficava brincando. Eu e Messi fazendo graça com a bola e ele chegava do lado e ficava bravo. Teve um lance de jogo em que eu fiz uma jogada, driblando e dei o passe. O Messi fez o mesmo. O Suárez tentou fazer e dar de letra. Começamos a rir, pois a gente tinha intimidade. O Suárez foi a cereja do bolo no trio. Ficamos inseparáveis e tínhamos um entrosamento enorme. No olhar, nós já sabíamos o que fazer.

MBAPPÉ
Já falei ao Casemiro (volante), brincando, para "sentar o pau nele" caso ele nos enfrente. O moleque é um fenômeno. Na idade dele, é o melhor que tem. O Jesus (Gabriel, atacante) é um ano mais velho do que ele, e os dois estão ali. Mas o Mbappé vai dar muito trabalho.

COPA 2010
“Criei uma expectativa quando todo mundo começou a pedir e falar o meu nome e o do Ganso. Fiquei muito ansioso de ir à Copa. Para jogar, eu não estava preparado. O Ganso estava mais preparado do que eu nessa época, de jogar e encarar uma seleção brasileira. Eu iria mais por experiência, pelo fato de levar e adaptar um jovem. Mas poderia pintar em um jogo ou outro, quem sabe. A gente poderia entrar e mudar um jogo".

COPA 2014
Gerou uma expectativa grande depois que a gente ganhou a Copa das Confederações. Ganhamos bem da Espanha, que era a última campeã do mundo. O lado bom de ser o camisa 10 da seleção é que quando vence são mil maravilhas, mas quando perde não tem como.

FALTA DE ZUÑIGA
Foi uma fatalidade por ter sido uma chegada e eu ter me machucado. Aquilo não é um lance normal de uma partida, é desnecessário. Se você quer fazer uma falta ali, agarra ou segura.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance