Infantino confirma que tentará reeleição na Fifa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
header-CopaDoMundo

Infantino confirma que tentará reeleição na Fifa

Gianni Infantino e Alejandro Domínguez - 68º Congresso da Conmebol
Infantino presidiu nesta quarta-feira o Congresso da Fifa em Moscou (Foto: Eitan Abramovich / AFP)
Bernardo Cruz - 13/06/2018 - 08:22
Enviado especial a Moscou (RUS)
A Fifa realizou, nesta quarta-feira, em Moscou, a edição de número 68 de seu Congresso. O principal ponto, além da aprovação de contas, solicitações em pauta e, sobretudo, a definição sobre a sede da Copa do Mundo de 2026, vencida por México, Canadá e Estados Unidos, foi a declaração final do presidente Gianni Infantino de que concorrerá a reeleição.

- Se me perguntarem sobre o tema direi sim, sou candidato a reeleição ao cargo de presidente da Fifa nas próximas eleições - declarou no discurso de encerramento do encontro.

Após o Congresso, já em uma coletiva de imprensa, o presidente justificou os motivos que levaram ele a tomar essa decisão de tentar se manter no cargo.

- Eu acredito no que posso fazer ainda pela Fifa e futebol. Tenho uma equipe de trabalho, que está comigo nos dois últimos, em que recebo muito apoio. A Fifa adotou uma postura firme para diversos assuntos. E a prova de que estamos no caminho certo e olhar nos olhos de crianças, como a de países pobres, e ver a alegria delas ao receberem uma bola de futebol - disse.

Infantino assumiu o posto de dirigente máximo da Fifa em fevereiro de 2016, após o escândalo de corrupção que caiu como uma bomba na entidade em 2015 e que resultou, entre prisões e expulsões, na queda do antigo mandatário, Joseph Blatter.

A eleição para o novo presidente da Fifa já tem data para acontecer: dia 5 de junho, em Paris (FRA), onde será realizada a próxima edição do Congresso da entidade.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance