Após não ser convocado, Rabiot se recusa a integrar reservas da França
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
header-CopaDoMundo

Após não ser convocado, Rabiot se recusa a integrar reservas da França

Adrien Rabiot (Paris Saint-Germain, 21 anos, meia): O estilo elegante com que domina a bola chama a atenção no volante francês do PSG
Rabiot não quer ser opção para Deschamps caso o treinador precise (Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP)
LANCE! - 23/05/2018 - 12:51
Paris (França)
Em entrevista coletiva, nesta quarta-feira, o técnico da França Didier Deschamps revelou que o meio campo do PSG Adrien Rabiot se recusou a integrar a lista de reservas para a convocatória da Copa do Mundo.

O técnico francês falou que o volante enviou um email dizendo que não estava preparado para fazer parte da lista de reservas. Essa lista é relativa aos jogadores que podem vir a substituir algum convocado em caso de lesão ou outro motivo.

O volante fez apenas seis partidas com a camisa da seleção. Em suas apresentações, não impressionou muito o treinador francês. De acordo com o L'Equipe, Rabiot escreveu o email por conta própria e ficou decepcionado com o PSG por não ter dado tanto apoio por conta dele não ser convocado.

- Eu fiquei surpreso. Eu consigo entender o seu imenso desapontamento, mas estou convencido de que ele cometou um grande erro. Espero que isso o ajuda a crescer. Quando você joga em alto nivel, você não pode deixar suas emoções tomarem conta de suas ações - disse o treinador

Rabiot não foi convocado para a Copa. Em seu lugar, Deschamps optou pelo volante do Sevilla Steven Nzonzi. A principal jusitificativa do treinador para a ausência do volante do PSG foi a de que Rabiot não fez boas partidas com a camisa da seleção francesa.

- A seleção está acima de tudo. Estou surpreso porque ele é um jogador jovem, com poucas participações na seleção - comentou Deschamps

Questionado se convocaria Rabiot de novo, mesmo após essa atitude, Deschamps respondeu que 'nunca tomou decisões radicais'. Seu histórico, porém, parece dizer o contrário. Após Benzema declarar que o treinador foi de acordo com a pressão de racistas franceses em não convoca-lo para a Eurocopa de 2016, o atacante do Real Madrid nunca mais foi convocado.

Facebook Lance Twitter Lance