Avaí exerce favoritismo e passa pelo Brasil de Pelotas na Copa do Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Avaí exerce favoritismo e passa pelo Brasil de Pelotas na Copa do Brasil

Avaí x Brasil de Pelotas
Foto: Reprodução/Twitter
Futebol Latino - 07/03/2019 - 21:10
Florianópolis (SC)
O Avaí optou por não abrir mão de seu estilo de jogo e foi premiado contra o Brasil de Pelotas no compromisso da segunda fase da Copa do Brasil.

Recebendo o time do interior gaúcho no estádio da Ressacada, Daniel Amorim marcou os dois gols do Leão que segue em frente na competição e mantém a incrível marca Xavante de jamais ter vencido um jogo no tempo normal em toda a história do torneio.

Além de angariar a quantia de R$ 990 mil, o time dirigido pelo técnico Geninho ganhou o direito de enfrentar na próxima etapa a equipe do Vasco.

ASSUSTOU

Aos seis minutos de jogo, o inspirado na temporada André Moritz recebeu passe de Getúlio e bateu rasteiro, porém com bastante perigo ao gol de Carlos Eduardo que mais torceu do que realmente teve chances de fazer a intervenção.

FOI BEM, MAS NÃO FOI O SUFICIENTE

Diante de um adversário fechado e sem muitos recursos para armar as jogadas, o Avaí assumiu o papel de ser o protagonista da partida na criação de oportunidades. Aos 13, João Paulo foi bem ao tirar a marcação com um corte seco, mas, na hora da batida, a batida chapada foi ao lado da trave esquerda do Brasil.

"PELEIA" SOBREPONDO A PACIÊNCIA?

A recomposição e ocupação de espaços na defesa do Brasil era bastante rígida e fazia com que, pouco a pouco, o torcedor do Leão da Ressacada fosse ficando mais tenso e ansioso pelo gol em meio a uma eliminatória que caminhava para as penalidades. 

E MAIS:
ALÍVIO!

Com tamanha pressão e as linhas altas do Avaí, o sistema defensivo do Xavante errou e o ataque catarinense foi certeiro. Aos dois minutos, o lateral Pará cortou muito errado e a bola sobrou com João Paulo que tocou para o meio da grande área, Getúlio deu um lindo corta-luz e Daniel Amorim bateu rasteiro onde, mesmo sem muita força, foi o suficiente para tirar do alcance de Carlos Eduardo. 

XAVANTE EM COLAPSO

Sentindo o bom momento do adversário, a equipe gaúcha voltou a exagerar nas chegadas mais firmes e pagou um preço caro na dividida pesada do zagueiro Nirley. Dando um carrinho violento em Daniel Amorim, o defensor do Brasil recebeu o cartão vermelho direto, colocando o time visitante em situação ainda mais delicada.

CONSOLIDOU A VAGA

Ainda animado por ter finalmente aberto a conta em Santa Catarina, o Avaí logo conseguiu se firmar com um placar mais seguro. André Moritz bateu falta de maneira muito venenosa e Daniel Amorim testou para balançar novamente as redes do time de Gustavo Papa.

Facebook Lance Twitter Lance