menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Retorno de Ruschel tem goleada do Barcelona e homenagens à Chape

  •  Barcelona x Chapecoense
    Neto se emociona em tarde de homenagens AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Neto se emociona em tarde de homenagens (Foto: JOSEP LAGO / AFP)
  •  Barcelona x Chapecoense
    Craques do Barcelona posam com os sobreviventes da tragédia Divulgação
  •  Barcelona x Chapecoense
    Messi deixou a marca dele diante da Chapecoense AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense AFP
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense (Foto: JOSEP LAGO / AFP)
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense (Foto: JOSEP LAGO / AFP)
  •  Barcelona x Chapecoense
    Barcelona x Chapecoense AFP
Rafael Bortoloti  - 07/08/2017 - 17:25
Barcelona (ESP) 
Tarde histórica e de homenagens em Barcelona! No Camp Nou, o time da casa, que jogou com força máxima, recebeu a Chapecoense para um gesto de solidariedade às vítimas da tragédia de Medellín e em jogo válido pelo troféu Joan Gamper, nesta segunda-feira.  O resultado, que fica em segundo plano, foi uma goleada grená: 5 a 0, gols de Deulofeu, Busquets, Messi, Luis Suaréz e Denis Suaréz.  A Chape atuou com uma camisa histórica: branca e com 73 estrelas, em referência ao ano de fundação do clube, e viu seus goleiros brilharem. 

A partida marcou a volta do lateral-esquerdo e sobrevivente Alan Ruschel aos gramados. Ele jogou como meia e saiu aos 35 do primeiro tempo, ovacionado pela torcida, com uma cobrança de falta e uma camisa trocada com Messi.
Além dele, os outros dois sobreviventes, o zagueiro Neto e o goleiro Follmann, também foram homenageados com palavras do capitão blaugrana, Andrés Iniesta, e com a honra de darem o pontapé inicial para o jogo. Mas as homenagens não pararam por aí: Todas as substituições da Chapecoense foram aplaudidas pela torcida. 


Excursão da Chapecoense 

O Joan Gamper é uma tradicional competição promovida pelo Barcelona e que homenageia o fundador e primeiro presidente do clube. Pelo torneio,o Barça já recebeu outras equipes brasileiras como Flamengo, Santos e Vasco. O Inter foi campeão em 1982.

A excursão da Chape pela Europa não terminou. Nesta terça-feira, o Verdão do Oeste encara o Lyon, na França, em amistoso e na próxima semana vai para o Japão encarar o Urawa Red Diamonds, pela Copa Suruga Bank. Em setembro, ela volta para um amistoso com a Roma, na Itália, e uma possível bênção do Papa.


Barcelona sem Neymar 

O Barça fazia o seu primeiro jogo sem o atacante Neymar, que se transferiu para o PSG na transação mais cara da história do futebol.  O treinador Ernesto Valverde apostou no jovem Deulofeu, cria da base, para substituir o brasileiro. E foi dos pés dele que a goleada começou a tomar forma, logo aos cinco minutos. Ele apenas empurrou um fácil cruzamento de Rakitic.  

Cinco minutos depois, o Barcelona ampliou em uma pintura de Busquets, de fora da área. Os catalães relaxaram e até viram a Chape crescer no jogo com Wellington Paulista e Luiz Otávio. 

Após este momento, o argentino Lionel Messi resolveu 'entrar' no jogo. Marcou, mas o gol foi erradamente anulado,  depois parou no goleiro e fez novamente - este valeu. Tudo isso em menos de cinco minutos. 

Suaréz brilham no segundo tempo e Alcácer perde pênalti 

O segundo tempo começou com um gol do Luis Suaréz. Ele recebeu um cruzamento primoroso de Iniesta, tabelou com Messi e furou as redes de Elias. Aos 28, um outro Suarez, o Denis, fez o quinto, em chute cruzado após bom toque de Messi. 

Após o quinto gol, o Barcelona colocou o time reserva em jogo e pisou ainda mais no freio. No fim, Arthur Moraes defendeu um pênalti de Paco Alcácer após Khevin derrubar Semedo. 

Destaques da Chapecoense 

Sem sombra de dúvidas, os destaques da Chapecoense foram os goleiros. Elias, terceiro na hierarquia, começou jogando e fez pelo menos cinco boas defesas. Foi substituído por Arthur Moraes no segundo tempo, que pegou o pênalti de Alcácer. Além deles, mais dois jogadores saíram com menção honrosa: Wellington Paulista, por uma boa finalização, e Apodi, que deu um chapéu em Jordi Alba.  

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 5 X 0 CHAPECOENSE
Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP) São Paulo (SP)
Data-Hora: 07/8/2017 - 15h30
Árbitro: Alfonso Alvarez Izquierdo (ESP)
Auxiliares: Juan Carlos Barranco Trejo (ESP) e Joan Méndez Mateo (ESP)
Cartões Amarelos: Lucas Mineiro (CHA) 
Cartões vermelhos: Não houve 
Gols: Deulofeu (5'/1ºT) (1-0); Busquets (10'1°T) (2-0); Messi (27'/1°T) (3-0); Suaréz (9'/2°T) (4-0) e Denis Suaréz (28'/2°T) (5-0)

BARCELONA: Ter Stergen (Cillesen - Int) ;  Aleix Vidal (Semedo, 32'/2°T Piqué (Marlon, 31'/2°T) Umtiti (Mascherano, 15'2°T) e Jordi Alba (Digne, 32'/2°T) Busquets, Rakitic (Aleñá, 32'/2°T) e  Iniesta (Sergi Roberto, 15'/ 2°T) (Samper, 32'2°T) ; Deulofeu (Denis Suarez -Int) , Messi (Paco Alcácer, 32'/2°T) e Suaréz (Munir El Haddadi, 32'/ 2°T) Téc: Ernesto Valverde.   

CHAPECOENSE: Elias (Arthur Moraes 28'/ 2°T); Apodi (Zeballos, 29'/ 2°T) Luiz Otávio (Fabrício Bruno, 35'/ 2°T) Victor Ramos (Douglas Grolli, 35'/2°T) e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Luiz Antônio 21'/1°T) Lucas Mineiro (Khevin, 38'/2°T) Alan Ruschel (Penilla 35'/1ºT) e Neném (Nadson - Int) (Moisés Gaúcho, 15'/ 2°T); Wellington Paulista (Túlio de Melo - Int)  e Lourency (Fernando Guerreiro 38'/ 1°T) (Arthur 27'/ 2°T) Téc: Vinicius Eutrópio. 


E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance