São Paulo quebra tabu contra o Atlético-PR e chega à vice-liderança
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

São Paulo quebra tabu contra o Atlético-PR e chega à vice-liderança

  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Gabriel Machado/Photo Press)
  •  Atlético-PR x São Paulo - Nenê
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Carla Bonatto/O Fotográfico)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Reinaldo Reginato/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Atlético-PR x São Paulo
    GALERIA: Veja em imagens como foi a vitória do São Paulo na Arena da Baixada (Foto: Guilherme Artigas/Fotoarena/Lancepress!)
Guilherme Amaro - 09/06/2018 - 17:59
São Paulo (SP)
O São Paulo, enfim, conseguiu uma vitória na Arena da Baixada. Neste sábado, pela 11ª rodada do Brasileirão, o Tricolor ganhou do Atlético-PR por 1 a 0 e chegou à vice-liderança do campeonato, com 20 pontos. O gol da partida foi marcado por Nenê, em cobrança de pênalti, aos 15 minutos do segundo tempo.

Até então, o retrospecto entre as equipes no estádio inaugurado em 1999 era de 13 vitórias do Atlético-PR e cinco empates. Além disso, o último triunfo do Tricolor sobre o Furacão como visitante havia sido em 1982 - e no Couto Pereira, estádio do Coritiba. Adeus, tabus!

Já o Atlético-PR vê a pressão ficar ainda maior sobre o técnico Fernando Diniz, que ouviu pedidos de "pede para sair" e "time sem vergonha" da torcida. O Furacão tem apenas nove pontos e segue na zona de rebaixamento.

Erro, pênalti e gol
O Atlético-PR foi castigado com seu estilo de jogo implantado por Diniz, com troca de passes até na linha defensiva. Bruno Guimarães recebeu do goleiro Santos, bobeou e perdeu a bola. Nenê tocou para Everton, que foi derrubado por Camacho.

Nenê bateu mal, mas marcou. É até cruel falar em frango do goleiro em cobrança de pênalti, mas a bola passou por baixo do corpo de Santos.

Jogo de poucas emoções
Não é à toa que o Atlético-PR conseguiu apenas nove pontos até agora no Brasileirão. Mais uma vez a equipe mostrou dificuldades para levar perigo. As melhor chance foi em chute de fora da área de Pablo, ainda no primeiro tempo, mas Sidão fez boa defesa.

O São Paulo também quase não criou. Após um primeiro tempo ruim, o Tricolor acordou na etapa final e teve boa oportunidade com Diego Souza, que cabeceou e viu Santos salvar. Depois do gol, porém, a equipe diminuiu o ritmo. Mas foi o suficiente para vencer pela primeira vez na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 0 X 1 SÃO PAULO
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 9/6/2018 - 16h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Auxiliares: Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Público/renda: 9.323 presentes/R$ 228.490,00
Cartões amarelos: Raphael Veiga, Camacho e Bergson (APR), Hudson, Jucilei e Nenê (SAO)
Cartões vermelhos: -
Gols: Nenê (15'/2ºT) (0-1)

ATLÉTICO-PR: Santos; Wanderson (Guilherme, aos 18'/2ºT), Bruno Guimarães e Thiago Heleno; Marcinho, Lucho González (Pavez, aos 31'/2ºT), Camacho, Raphael Veiga e Carleto; Bergson e Pablo (Bill, aos 30'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Jucilei e Araruna (Petros, aos 30'/2ºT); Nenê (Lucas Fernandes, aos 35'/2ºT), Everton e Diego Souza (Tréllez, aos 40'/2ºT). Técnico: Diego Aguirre.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance