Não foi ruim! Tricolor sai na frente, leva a virada, mas empata com Galo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Não foi ruim! Tricolor sai na frente, leva a virada, mas empata com Galo

  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Daniel Vorley/AGIF
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG MARCELLO FIM / OFOTOGRAFICO
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Luis Moura / WPP
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Ale Cabral/AGIF
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Ale Cabral/AGIF
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Luis Moura / WPP
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Luis Moura / WPP
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Luis Moura / WPP
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Maurício Rummens/Fotoarena
  •  São Paulo x Atlético-MG
    São Paulo x Atlético-MG Maurício Rummens/Fotoarena
Yago Rudá - 05/05/2018 - 21:04
São Paulo (SP)
Pela terceira vez seguida no Brasileirão o São Paulo ficou no empate. Desta vez, porém, o sabor não foi dos piores. Depois de somar um ponto nas partidas contra Ceará e Fluminense, ambas fora de casa, o Tricolor arrancou o empate, em 2 a 2, com o Atlético-MG. Em situações normais, o resultado não seria comemorado, mas depois de levar uma virada nos minutos finais, o ponto conquistado no Morumbi teve ares de vitória.

Os gols do Tricolor foram marcados por Everton, que fazia sua estreia no Morumbi, e Diego Souza, em uma jogada típica de centroavante. Agora, o São Paulo tem seis pontos na competição nacional e mantém a sua invencibilidade. A equipe descansa até o jogo contra o Rosario Central, na próxima quarta, pela Copa Sul-Americana. Já o Galo fecha a rodada com sete pontos e segue na parte de cima da tabela.


O primeiro do Tricolor
Apoiado por mais de 30 mil torcedores, o São Paulo não começou ligado na partida. Veloz, Róger Guedes dava muito trabalho pelo lado esquerdo do ataque do Galo que, por pouco, não saiu na frente. Contudo, em uma bela troca de passes do Tricolor, Régis jogou na área, Diego Souza atrapalhou a defesa adversária e a bola sobrou limpa para Everton mandar para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do atacante vestindo as cores do Tricolor.

A virada
O São Paulo era melhor no segundo tempo da partida, mas não tinha velocidade para aproveitar os contra-ataques. Em um erro grosseiro de Arboleda o São Paulo foi punido. Blanco achou Róger Guedes entrando livre na área, nas costas do zagueiro equatoriano, e fez o primeiro do Galo. Apenas oito minutos depois, Cazares bateu escanteio na medida, o sistema defensivo não afastou, e Ricardo Oliveira subiu mais alto do que seus adversários para colocar os mineiros na frente.

Do 10 para o 9
Parecia que o São Paulo iria, mais uma vez, decepcionaria sua torcida nesta temporada. O time levou o gol da virada aos 33 minutos do segundo tempo e o Galo era melhor na partida. Até que o peruano Cueva, que havia entrado no decorrer da etapa final, achou Diego Souza livre na área. O camisa 9 foi inteligente em recuar para sair do impedimento e receber a bola em condição legal. De frente com Vitor, Diego apenas empurrou para o fundo da rede. 

Baixa no São Paulo
Titular absoluto do sistema defensivo do São Paulo, o lateral Éder Militão sentiu dores no músculo adutor no aquecimento ainda no vestiário e foi cortado de última hora pela comissão técnica. O jogador, que não deve permanecer no Tricolor após o fim de seu contrato, será passará por exames para que o departamento médico possa realizar o diagnóstico com precisão.

Agora é decisão!
Na próxima quarta (9), às 21h45, o São Paulo recebe o Rosario Central, da Argentina, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Na partida de ida, o Tricolor voltou a da Argentina com um empate sem gols na mala de viagem. Qualquer vitória classifica a equipe do técnico Diego Aguirre para a segunda fase. Empate com gols dá a vaga para os hermanos.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 ATLÉTICO-MG


Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 5/5/2018 - 19h
​​Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Fábio Santos e Bruno Alves (ambos aos 38'1ºT); Gustavo Blanco (aos 18'2ºT); Hudson (aos 30'2ºT); Arboleda (aos 39'2ºT); Elias (aos 44'2ºT); Sidão (aos 49'2ºT)
Gols: Everton, aos 24'1ºT (1-0); Róger Guedes, aos 25'2ºT (1-1); Ricardo Oliveira, aos 34'2ºT (1-2) e Diego Souza, aos 36'2ºT (2-2)
Público/renda: 31.976 pagantes/ R$ 788.822,00

SÃO PAULO: Sidão; Anderson Martins, Arboleda e Bruno Alves (Marcos Guilherme, no intervalo); Régis, Jucilei, Hudson (Cueva, aos 33'2ºT), Nenê (Liziero, aos 10'2ºT)  Everton e Reinaldo; Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Léo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Érik, aos 47'2ºT) e Luan (Elias, aos 12'2ºT); Otero (Cazáres, no intervalo), Róger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance