Na marra, Vitória interrompe sequência invicta do Coritiba em casa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Na marra, Vitória interrompe sequência invicta do Coritiba em casa

Coritiba x Vitória
Foto: Divulgação/Coritiba
Futebol Latino - 27/08/2019 - 21:15
Curitiba (PR)
Dessa vez o fator casa e a superioridade em volume de jogo não foram suficientes para o Coritiba, na última rodada do primeiro turno pela Série B, superar o Vitória no estádio Couto Pereira e ficou na igualdade por 1 a 1, gols de Juan Allano para o Coxa e Lucas Cândido para o Leão da Barra.

Enquanto o Verdão fica com esse resultado na segunda posição a cinco pontos do líder Bragantino, o Vitória segue, pelo menos por ora, na 16ª posição com 20 unidades.

RONDANDO O INIMIGO




Sendo a equipe que buscava mais o plano ofensivo explorando a intensa movimentação do ataque montado com a velocidade de Welissol e o posicionamento de Rodrigão. Aos cinco, pela direita do ataque, a bola colocada com precisão na área, por baixo, acabou espirrando na área e Juan Allano acertou a trave esquerda de Martín Rodríguez. Seis minutos depois, usando a mesma receita de adentrar o sistema defensivo do adversário na base da agilidade, foi a vez de Willian Matheus acertar a marcação e, no rebote, Rafinha ficou apertado na marcação e perdeu uma oportunidade incrível mandando pela linha de fundo.

TÁ LÁ! MAS...

Depois de até mesmo o zagueiro Sabino tentar sem sucesso abrir a contagem, em cobrança de escanteio a bola sobrou para Willian Matheus tocar pras redes. Entretanto, de maneira imediata o assistente Lourival Cândido das Flores levantou a bandeira marcando impedimento do lateral-esquerda. Após conversa com o árbitro Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro à beira do gramado em meio aos protestos dos jogadores do Coxa, a marcação foi mantida.

A ÚNICA DO LEÃO

Sem conseguir se desvencilhar do ritmo mais acelerado que era imprimido pelos donos da casa, a única real oportunidade formulada por parte da equipe de Salvador apareceu com 27 minutos quando o lateral-esquerdo Capa cruzou, a bola foi dividida em um primeiro momento por Wesley para, na sobra, Anselmo Ramon pegar meio desajeitado na bola. Mesmo assim, de maneira suficiente para ameaçar encobrir Muralha e assustar o torcedor da casa.

FUROU O BLOQUEIO!

Depois do Verdão empilhar oportunidades com a bola rolando, quis o confronto que o primeiro tento da partida surgisse por meio de cobrança de falta. Aos 39 minutos, em batida executada por Juan Allano a bola desviou levemente no zagueiro Everton Sena que, mesmo sem querer, tirou Martín Rodríguez do lance e fez a rede baiana balançar no Couto Pereira. Apesar do último toque, a arbitragem deu o gol para o meio-campista do Coritiba.


E MAIS:
NA MESMA PEGADA

Se antes do intervalo o Coxa ainda teve duas oportunidades muito interessantes de aumentar a contagem em chute de fora da área dado por Matheus Sales que carimbou o travessão e bateu em cima da linha além da grande defesa de Ronaldo em chute de Welissol, a volta para o tempo complementar teve, ao menos no início, a história se repetindo.

Com apenas cinco minutos, Giovanni e Matheus Sales voltaram a explorar a finalização de média distância onde na primeira o arqueiro do Vitória conseguiu encaixar. Porém, na segunda, precisou se esforçar mais e espalmar para escanteio. 

A SOLUÇÃO VEIO DE LONGE

Novamente sem muitas alternativas para ameaçar o gol do time curitibano, foi chutando de muito longe que o Vitória conseguiu contar com a felicidade de Lucas Cândido e também uma infelicidade de Matheus Sales para igualar as coisas no Alto da Glória. Com 20 minutos, o meia bateu forte e viu a bola desviar nas costas do jogador adversário para tirar as chances de Muralha chegar inteiro no lance, entrando a bola no seu extremo canto esquerdo. 

EMPARELHOU, MAS POR POUCO TEMPO

Pelo menos até os 35 minutos, o jogo entrou em nível mais igualado de disputa com o Leão da Barra também ousando ao avançar suas linhas e tentando aproveitar o melhor momento na partida.

Todavia, depois desse período, as entradas de Nathan e Igor Jesus trouxeram novo fôlego a equipe do Verdão que voltou a apresentar volume semelhante ao da etapa inicial. Além de carimbar a trave esquerda de Ronaldo no chute de Nathan, o arqueiro baiano precisou fazer duas ótimas defesas, uma delas em chute quase que acidental de Igor Jesus, e garantiu o 1 a 1 no marcador.


Facebook Lance Twitter Lance