Júlio César salva, Fluminense vence e rebaixa o América-MG para a Série B
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Júlio César salva, Fluminense vence e rebaixa o América-MG para a Série B

  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG Divulgação/Fluminense
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG Magalhaes/JR
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG MagalhaesJR/Photopress
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG MagalhaesJR/Photopress
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG Magalhaes/JR
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG Magalhaes/JR
  •  Fluminense x America-MG
    Fluminense x America-MG Divulgação Fluminense
Luiza Sá - 02/12/2018 - 19:14
Rio de Janeiro (RJ)
O clima no Maracanã dentro e fora de campo era de tensão. Apreensão pela possibilidade de uma queda quase inesperada há um mês. Porém, o Fluminense seguiu o embalo de sua torcida, quebrou o jejum de oito jogos sem vencer ou marcar gols e bateu o América-MG por 1 a 0 no Maracanã. Richard foi o salvador o Tricolor, que ainda garantiu uma vaga para a Sul-Americana.

Com esse resultado, o Flu respira aliviado e termina o Brasileirão na 12ª posição, com 45 pontos. Já o Coelho se despede da Série A e fica em 17º, com 40 pontos, rebaixado para a segunda divisão do ano que vem apesar de ter lutado muito, principalmente na segunda etapa. 


Mudanças na escalação


Novo treinador e novo time para o Fluminense. O técnico interino Fábio Moreno, auxiliar permanente na equipe que substituiu Marcelo Oliveira, fez algumas alterações para o jogo decisivo. Ayrton Lucas, Everaldo e Sornoza ficaram fora da equipe titular, dando lugar a Marlon, Marcos Junior e Airton.

Jogo nervoso e pênalti defendido

O primeiro tempo foi de muitos erros das duas equipes, principalmente nos passes. Indo mais para cima, o Fluminense não teve boa atuação, mostrando dificuldades para fazer a ligação do meio com o ataque, além de se equivocar no último chute. Quem poderia ter aberto o placar, porém, foi o América-MG, que viu Marlon cometer uma falta em Aderlan dentro da área aos 24 minutos. Luan foi para a cobrança, mas Júlio César brilhou e defendeu a cobrança, dando mais sossego ao Tricolor.

Fim da seca!

Apesar de ter desperdiçado o pênalti, o time mineiro foi muito mais perigoso do que o Fluminense na primeira parte do jogo. Com mais uma grande defesa de Júlio César e Gum tirando a bola em cima da linha. Porém, a máxima do "quem não faz, leva" pesou. Aos 40 minutos, mesmo jogando mal e chegando com pouca efetividade, o Tricolor voltou a balançar as redes após mais de 13 horas de jejum, com gol de Richard após escanteio de Marlon.

E MAIS:
América pressiona, mas não marca

Precisando fazer gols para se salvar do rebaixamento, o América-MG foi para cima na segunda etapa e pressionou, parando mais uma vez na segura atuação de Júlio César e em suas próprias limitações. Do lado dos mandantes, Luciano ainda colocou uma bola na trave, mas, em geral, o time mineiro foi quem ficou mais tempo comandando as ações da partida. Porém, nada feito. O placar permaneceu o mesmo e o Coelho acabou rebaixado.

O cara

Herói da noite, o goleiro Júlio César foi o melhor jogador na vitória do Fluminense contra o América-MG. Além do pênalti, ele salvou pelo menos três outras oportunidades criadas pelos visitantes e foi o principal nome da partida. A torcida também teve papel importante ao apoiar do início ao fim.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 0 AMÉRICA-MG


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de dezembro de 2018, às 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Renda/Público: 35.647 pessoas/R$ 139.932,50

Cartão amarelo: igor Julião, Gum, Digão, Marcos Junior e Everaldo (FLU); Carlinhos (AME)
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Richard (41'/1º T)

FLUMINENSE: Júlio César; Igor Julião, Gum (Paulo Ricardo), Digão e Marlon; Airton (Dodi), Richard e Jadson; Marcos Junios, Luciano e Kayke (Everaldo). Técnico: Fábio Moreno.

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Aderlan, Paulão, Matheus Ferraz e Carlinhos; Zé Ricardo (Lincoln), Juninho e Matheusinho (Carlos França); Marquinhos (Ademir), Rafael Moura e Luan. Técnico: Givanildo Oliveira.

Facebook Lance Twitter Lance