Dança das cadeiras! Confira quantas vezes cada time trocou de técnicos na temporada 2018
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



30/11/2018 | 16:59

Dança das cadeiras! Confira quantas vezes cada time trocou de técnicos na temporada 2018

  •  Fluminense x Atlético-PR - Marcelo Oliveira
    Faltando uma rodada para o fim do Brasileirão, o Fluminense demitiu o técnico Marcelo Oliveira. O treinador não resistiu aos maus resultados e a eliminação da Copa Sul-Americana. O LANCE! fez uma lista de quantos treinadores já passaram por cada clube da Série A em 2018. Botafogo, Paraná, Sport e América-MG lideram. Veja: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  •  Zé Ricardo - Botafogo
    Botafogo -  4 técnicos Efetivado em dezembro, Felipe Conceição foi demitido do Botafogo ainda no início do Campeonato Carioca. Para o lugar de Tigrão, o Glorioso contratou Alberto Valentim, que foi campeão do estadual e logo depois acertou sua ida para o Pyramids, do Egito. Marcos Paquetá assumiu o time dali para frente, mas não obteve bons resultados e também foi trocado em agosto. Atualmente Zé Ricardo ocupa o cargo de técnico do time (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
  •  Rogério Micale
    Paraná - 4 técnicos O Paraná começou o ano com Wagner Lopes, que levou o time ao acesso no ano passado. Em fevereiro o Tricolor trocou o comando e contratou Rogério Micale, que ficou na equipe até agosto, quando foi demitido. Para o seu lugar, o Paraná acertou com Claudinei Oliveira, que não conseguiu evitar o rebaixamento e também foi desligado. O clube fechou recentemente com Dado Cavalcanti para um projeto a longo prazo para 2019 Divulgação
  •  Milton Mendes no treino do Sport
    Sport - 4 técnicos O Sport iniciou a temporada com Nelsinho Baptista no comando da equipe, mas o técnico pediu demissão do clube em abril. Um dia após a saída de Baptista, o Leão da Ilha acertou com Claudinei Oliveira, que foi demitido em agosto pela série de resultados ruins. Filho de Nelsinho, Eduardo Baptista fechou com a equipe pernambucana, mas ficou menos de dois meses no cargo. Atualmente o treinador do time é Milton Mendes Williams Aguiar/Sport
  •  Givanildo Oliveira (Foto: Divulgação)
    América-MG - 4 técnicos O América-MG estava a quase um ano sob comando de Enderson Moreira quando demitiu o treinador em junho deste ano. Ricardo Drubsky foi contratado para o cargo, mas não ficou nem um mês no comando, que trocou de mãos para Adilson Batista, que foi dispensado após a derrota para o lanterna Paraná na última rodada. O Coelho contratou Givanildo Oliveira, que fará sua quinta passagem pela equipe mineira Givanildo Oliveira (Foto: Divulgação)
  •  Paulo César Carpegiani (Kuwait)
    Vitória - 3 técnicos O Rubro-Negro baiano começou a temporada com Vagner Mancini como treinador, mas o demitiu em agosto e trouxe Paulo César Carpegiani. O veterano comandante guiou o time até o início de novembro quando foi desligado pelos maus resultados antes do clássico contra o Bahia na última rodada. João Burse assumiu o cargo interinamente (Foto: Reprodução)
  •  Claudinei Oliveira
    Chapecoense - 3 técnicos Desde 2017 na equipe, Gilson Kleina foi demitido da equipe catarinense no início de agosto deixando a Chape na zona de rebaixamento. No mesmo mês, Guto Ferreira assinou com o time da Arena Condá, mas não conseguiu melhorar os resultados foi desligado no mês passado. Atualmente o time é dirigido por Claudinei Oliveira Claudinei Oliveira é apresentado na Chapecoense nesta quinta-feira (Foto: Divulgação/Chapecoense)
  •  Lisca
    Ceará - 3 técnicos Mais de uma ano com a equipe, Marcelo Chamusca deixou o Ceará por conta de um início ruim de Campeonato Brasileiro. Para o lugar o técnico, foi contratado Jorginho, no entanto, o comandante não ficou nem um mês no Vozão e trocou a equipe pelo Vasco da Gama. Lisca assumiu o comando da equipe e tem feito um bom trabalho de recuperação (Foto: Pedro Vale/AGIF)
  •  Levir Culpi
    Atlético-MG - 3 técnicos O Galo começou a temporada com Oswaldo de Oliveira no comando, no entanto, o treinador não fez bom início de temporada e se envolveu numa polêmica com um jornalista de minas, que culminou em sua demissão. Thiago Larghi ficou no comando interinamente e foi efetivado após a Copa do Mundo. No mês passado, Larghi foi desligado do cargo e Levir Culpi voltou à equipe mineira (Foto: Felipe Correia/Photo Premium)
  •  Jair Ventura
    Corinthians - 3 técnicos Campeão do Brasileirão no ano passado, Carille iniciou a temporada no Corinthians, mas deixou os paulistas em maio após aceitar oferta milionária do Al-Wehda, da Arábia Saudita. Para o lugar do comandante, o Timão achou uma solução caseira e efetivou Osmar Loss como treinador principal do time. Contudo, o técnico não teve muito sucesso e deixou de ser técnico da equipe. Atualmente, o time é comandado por Jair Ventura (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium)
  •  Cuca
    Santos - 3 técnicos Contratado para a temporada 2018, Jair Ventura chegou com bom status no Peixe, depois de uma boa temporada no Botafogo. Entretanto, o filho de Jairzinho não conseguiu ter o mesmo desempenho que teve no time carioca e foi desligado em julho. Serginho Chulapa comandou o time por alguns jogos até a chegada de Cuca (Foto: Ivan Storti/Santos)
  •  Diego Aguirre
    São Paulo - 3 técnicos Hoje no Flamengo, Dorival Júnior começou o ano no São Paulo, mas depois de um início de temporada ruim, o treinador foi demitido ainda em março. Diego Aguirre chegou para assumir o time e vinha fazendo um ótimo Campeonato Brasileiro até mês passado, quando começou a tropeçar até ser demitido após a última rodada. André Jardine hoje é o comandante do time. (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)
  •  Alberto Valentim - Vasco
    Vasco - 3 técnicos Depois de nove meses no comando do Cruz-maltino, Zé Ricardo pediu demissão do clube no início do Campeonato Brasileiro. Para o lugar de Zé, Jorginho chegou, mas não conseguiu colocar o Vasco no caminho das vitórias e foi desligado da equipe em agosto. Atualmente, Alberto Valentim, que ficou pouco tempo no Pyramids, está no cargo de treinador da equipe Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
  •  Dorival Junior - Flamengo
    Flamengo - 3 técnicos Após a saída de Reinaldo Rueda no início de janeiro para a seleção chilena, o Flamengo colocou Paulo César Carpegiani no comando do time. Contudo, o treinador campeão do mundo com a equipe em 1981 não teve sucesso e foi demitido ainda em março. Prata da casa, Mauricio Barbieri assumiu a equipe e logo foi efetivado no cargo de treinador. O jovem comandante fazia um bom Campeonato, mas não suportou as eliminações na Libertadores e na Copa do Brasil e foi desligado do clube. Para o lugar de Barbieri, chegou Dorival Júnior Gilvan de Souza / Flamengo
  •  Marcelo Oliveira - Fluminense x Nacional-URU
    Fluminense - 3 técnicos Apesar de não sofrer pressão da torcida e conviver com resultados regulares, Abel Braga pediu demissão do Fluminense durante a Copa do Mundo, depois de mais de um ano como treinador do clube. Marcelo Oliveira foi contratado para o lugar, obteve bons resultados no início e chegou às semifinais da Copa Sul-americana. Porém, o técnico não resistiu a sequência de oito jogos sem vitórias e marcar nenhum gol, o que culminou na queda da competição continental, e acabou demitido a três dias do último jogo da temporada. O auxiliar Fábio Moreno assume a equipe interinamente para o jogo contra o América-MG. Andre Melo Andrade/Eleven
  •  Enderson Moreira - Bahia
    Bahia - 2 técnicos Guto Ferreira começou o ano no Bahia, onde foi campeão estadual com a equipe. Contudo, não fez um bom início de Campeonato Brasileiro e foi demitido ainda em junho. Enderson Moreira assumiu o cargo e segue no comando do time, que está encaminhando a permanência na série A no ano que vem Foto: Felipe Oliveira/E.C. Bahia
  •  Time aspirante do Atlético-PR, comandado pelo técnico Tiago Nunes, está invicto no Estadual
    Atlético-PR - 2 técnicos O Furacão começou a temporada com Fernando Diniz, mas o treinador foi desligado da equipe logo no início do Brasileirão após péssimos resultados. Tiago Nunes que comando a equipe sub-23 no estadual paranaense foi efetivado como técnico principal e faz boa campanha (Foto: Miguel Locatelli/ Site oficial)
  •  Felipão conseguiu efeito suspensivo para comandar o Palmeiras nesta quarta-feira
    Palmeiras - 2 técnicos O Alviverde iniciou os trabalhos em 2018 com Roger Machado sob o comando técnico, mas demitiu o treinador após a Copa do Mundo, onde a equipe não vinha rendendo o esperado. Para o lugar de Roger, o Palmeiras contratou Luiz Felipe Scolari, que renovou as energias da equipe, que hoje é líder do Campeonato Brasileiro Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
  •  Mano Menezes lamenta derrota para o São Paulo em jogo de grandes chances para o Cruzeiro
    Cruzeiro - 1 técnico Mano Menezes já esta há mais de dois anos no comando do Cruzeiro Foto: Divulgação
  •  Odair Hellmann
    Internacional - 1 técnico Odair Hellmann começou a temporada de 2017 no cargo de treinador do Internacional (Foto: Evandro Leal)
  •  Renato Gaúcho
    Grêmio - 1 técnico Assim como Mano, Renato Gaúcho já completou dois anos no Grêmio Liamara Polli/AGIF
SEUCLUBE
america-mineiro
atlético mineiro
atletico-paranaense
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
parana
santos
sao paulo
sport
vasco
vitoria
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance