CRB acaba com jejum em casa batendo o Brasil de Pelotas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

CRB acaba com jejum em casa batendo o Brasil de Pelotas

CRB x Brasil de Pelotas
Foto: Reprodução
Futebol Latino - 10/09/2019 - 20:40
Maceió (AL)
Depois de mais de um mês e meio sem conseguir dar uma vitória ao seu torcedor jogando no estádio Rei Pelé, o CRB quebrou essa barreira ao conseguir importante triunfo por 3 a 1 recebendo o Brasil de Pelotas na 22ª Rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os três pontos obtidos pela equipe do Regatiano serviu para os alagoanos novamente ficarem mais próximos do G4 tendo, agora, 33 unidades e a quinta posição. Por sua vez, o revés como visitante manteve o Brasil em situação intermediária no 11° lugar com 28.

CRESCEU E MERECEU!



Não era necessariamente uma pressão sufocante, mas os donos da casa foram conseguindo ter a posse de bola e rondar de maneira cada vez mais constante a área gaúcha, variando as jogadas pelas laterais e conseguindo encontrar espaços na zaga adversária.

E, mesmo sem ser muito perigoso em finalizações mais agudas, aos 18 minutos um cruzamento feito pelo lado esquerdo do ataque encontrou a infiltração precisa de Felipe Ferreira. O camisa 10 do CRB bateu firme e inaugurou a contagem na capital alagoana para fazer a festa do, mais uma vez, bom público no Trapichão.

DAVA PRA AUMENTAR...

Com o Xavante sem conseguir alternativas para sair da marcação e do volume aplicado pelo Regatiano no confronto, parecia somente uma questão de tempo para que os anfitriões conseguissem chegar ao segundo. Ele, aliás, poderia ter saído caso a arbitragem tivesse marcado penalidade de Ednei sobre Alisson Farias ou mesmo se o goleiro Carlos Eduardo, em uma defesa sensacional, não tivesse espalmado o toque de Léo Ceará que ia no canto esquerdo da meta.

E AUMENTOU!

Se no primeiro tento a jogada se desenvolveu pela esquerda, no aumento da vantagem o lance surgiu pelo outro lado. Após dividida onde a defensiva do Brasil reclamou bastante de falta cometida sobre Bruno Aguiar, a bola sobrou para Felipe Ferreira cruzar e Lucas Siqueira complementar de cabeça aos 34 minutos. 2 a 0 Galo.

E MAIS:
REAÇÃO?

Exatamente ao contrário do que ocorreu na etapa inicial, o Brasil foi agudo tanto na posse de bola como na iniciativa ofensiva, assustando pelas primeiras vezes a meta de Vinicius Silvestre em cruzamento de Murilo Rangel e também em tento anulado de Bruno Rangel onde a arbitragem marcou falta do defensor.

Depois desse momento de pressão, aos 22 uma cobrança de escanteio que passou por toda a extensão da área adversária ficou com Maicon Assis e o meio-campista do Rubro-Negro, na altura da meia-lua, bateu forte no canto oposto de Vinicius.

COM FOLGA E COM ESTILO!

Para evitar com que o "fantasma" de não conseguir sustentar a vantagem atuando em seus domínios, Alisson Farias conseguiu usar muito bem a mistura de velocidade e habilidade para, dois minutos depois do 2 a 1, bater com absoluta categoria da entrada da grande área no ângulo de Carlos Eduardo. Mesmo com muita elasticidade e em grande fase na Série B, o camisa 1 do Brasil de Pelotas não teve a menor chance de intervenção.

FINAL TENSO

Quando o contexto do confronto parecia plenamente favorável, Lucas Abreu foi expulso em lance envolvendo o volante do Brasil, Eduardo Person. Entretanto, apesar de ter de se retrair e gastar ao máximo que conseguia o tempo para evitar a reação do time gaúcho, o time de Maceió se segurou bem e garantiu o triunfo.

Facebook Lance Twitter Lance