Inter vence CSA, mantém 100% no Beira-Rio e encosta no G4
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Inter vence CSA, mantém 100% no Beira-Rio e encosta no G4

  •  Internacional x CSA - Comemoração Nonato
    Internacional x CSA - Comemoração Nonato (Foto: Divulgação/ Twitter)
  •  Internacional x CSA
    Internacional x CSA Itamar Aguiar/Lancepress!
Futebol Latino - 19/05/2019 - 18:07
Porto Alegre (RS)
O Inter segue sua sina 'caseira' no Brasileirão 2019. A equipe derrotou o CSA por 2 a 0, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, e manteve os 100% de aproveitamento em seus domínios (perdeu as duas partidas que fez fora). Os gols do triunfo foram marcados pelo garoto Nonato e Edenílson, este um golaço. 


Com o placar, a equipe comandada por Odair Hellmann subiu para a quinta colocação, chegando a 9 pontos somados, a uma posição do G4. Já o time de Marcelo Cabo ainda segue lutando para deixar o Z-4, ocupando a 17ª colocação (podendo perder algumas posições já que Avaí, Grêmio e Vasco ainda jogarão na rodada), com apenas três pontos conquistados.

Primeiro tempo



Mesmo jogando longe de seus domínios, o CSA iniciou o confronto já assustando o Inter. Logo no primeiro minuto, em cruzamento por baixo feito por Patrick Fabiano, por muito pouco Matheus Sávio não conseguiu chegar na bola, já que o goleiro Marcelo Lomba antecipou-se para fazer o corte.

Apesar do susto, o time da casa tratou de devolver na mesma moeda. Em descida ao seu campo de ataque, Zeca fez o cruzamento para Guerrero, mas Apodi acabou fazendo o corte. Na sequência, outra vez os gaúchos chegaram com perigo, quando Rodrigo Lindoso acabou pegando o rebote e finalizou para a intervenção de Jordi.

E o jogo era dinâmico. Em nova chegada, agora por parte dos alagoanos, Marcelo Lomba acabou fazendo uma bonita defesa no chute de Patrick Fabiano, que acabou ganhando na corrida de Rodrigo Moledo.

Após os lances para ambos os lados, o Inter, antes mesmo dos 20 minutos, acabou perdendo o zagueiro Rodrigo Moledo, lesionado. Preocupado com seu atleta, Odair logo tratou de chamar o também defensor Emerson Santos para entrar seu lugar.

Até meados dos 30 minutos, o panorama do confronto era basicamente igual com os dois times buscando o ataque a todo momento, sem priorizar seu sistema defensivo. No entanto, aos poucos o Colorado buscava manter um pouco mais a posse de bola, tentando diminuir a pressão do adversário.

Com o fato de melhorar seu desempenho em campo, aos 36 minutos o Inter encontrou seu gol. Após jogada pelo lado direito, D'Alessandro acabou encontrando Iago em boas condições na grande área, e, de cabeça, o lateral-esquerdo acabou dando um toque açucarado para Nonato esticar sua perna e balançar as redes. 1 a 0.

Conseguindo abrir o marcador, a equipe gaúcha aproveitou o bom momento para tentar ampliar sua vantagem. Aos 46 minutos, após cobrança de falta de Edenílson, Víctor Cuesta cabeceou para o fundo do gol, mas a arbitragem, com o auxílio do VAR, acabou anulando o tento.

Após o lance polêmico, até os acréscimos nada de mais importante ocorreu e o juiz tratou de encerrar a etapa.


E MAIS:
Segundo tempo

No retorno para a etapa final, apenas o CSA modificou seu esquema tático inicial com a saída de Madson para dar lugar ao atacante Maranhão.

Diferentemente de como foi no primeiro tempo, o Internacional iniciou o confronto tentando ficar em seu campo de ataque, conseguindo neutralizar qualquer ação por parte do adversário. No entanto, as chances criadas não surtiram efeito para alívio do goleiro Jordi.

Até os 15 minutos, o Colorado ainda mantinha um bom controle do jogo. Porém, aos poucos o Azulão conseguia encaixar mais contra-ataques tentando surpreender o sistema defensivo gaúcho, mas as investidas acabaram indo para fora ou parando nas mãos de Lomba.

Com o placar em aberto, já que 1 a 0 ainda não dava muita tranquilidade ao time da casa, aos 19 minutos, Edenílson tratou de acalmar a torcida. Aproveitando o rebote de uma dividida entre Nonato e Carlinhos, o meia, arriscou um bonito chute sem chances para o camisa 12 do Azulão. 2 a 0.

Percebendo que sua equipe não estava rendendo o esperado, Marcelo Cabo acabou recuando ao seus suplentes colocando o atacante Victor Paraíba no lugar de Nilton. Mas Odair não ficou por baixo, e logo tratou de chamar Neílton que, minutos depois, entrou no lugar de Nico López.

Feitas as modificações, ainda era o Colorado quem ditava o ritmo de jogo, mas com CSA ainda mantendo suas esperanças em alta para diminuir o prejuízo. Em uma primeira oportunidade, Patrick Fabiano cabeceou com precisão, mas o camisa 12 do clube gaúcho conseguiu fazer uma bonita defesa, já na sequência, a trave salvou o arqueiro após o chute de Matheus Savio.

Nos dez minutos finais do tempo regulamentar, mais os acréscimos, ambos os treinadores ainda apostaram suas últimas fichas. Por parte do Azulão, Matheus Savio deixou seu lugar para o Gerson Júnior, já por parte do Inter, D'Alessandro deixou o campo para a entrada de Sarrafiore. Entretanto as duas equipes pouco produziram em campo fazendo com a arbitragem colocasse um ponto final no jogo.

FICHA TÉCNICA
​INTERNACIONAL 2 X 0 CSA

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 19/05/2019 - 16h (Horário de Brasília)
​Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (CBF-RJ)
Público-Renda: 23.249 - R$ 826,205,00
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (FIFA-RJ) e (CBF-RJ)
​VAR: Bruno Arleu de Araújo (CBF-RJ)
Assistentes do VAR: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO) e Silbert Faria Sisquim (CBF-RJ)
​Cartões amarelos: Zeca e Víctor Cuesta (INT); Jordi, Luciano Castán e Nilton (CSA)
​Cartões vermelhos: -
Gols: Nonato (36'/1ºT) (1-0) e Edenílson (19'/2ºT) (2-0)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo (Emerson Santos, aos 15'/1ºT), Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato e D'Alessandro (Sarrafiore, aos 35'/2ºT); Nico López (Neílton, aos 26'/2ºT) e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann

CSA: Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton (Victor Paraíba, aos 23'/2ºT), Madson (Maranhão, no intervalo) e Didira; Matheus Savio (Gerson Júnior, aos 35'/2ºT) e Patrick Fabiano. Técnico: Marcelo Cabo.

Facebook Lance Twitter Lance