Artilheiro do Brasileirão brilha, Peixe bate lanterna e aumenta série invicta
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Artilheiro do Brasileirão brilha, Peixe bate lanterna e aumenta série invicta

  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Gabriel Machado/PhotoPress
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Geraldo Bubniak /AGB
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Geraldo Bubniak /AGB
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Geraldo Bubniak@AGB
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Geraldo Bubniak /AGB
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Guilherme Artigas / Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Guilherme Artigas/Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Guilherme Artigas / Fotoarena
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Gabriel Machado/PhotoPress
  •  Paraná x Santos
    Paraná x Santos Rodolfo Buhrer / La Imagem / Fot
Ana Canhedo - 09/09/2018 - 20:55
São Paulo (SP)
O Santos venceu o Paraná por 2 a 0, na noite deste domingo, na Vila Capanema, em Curitiba, com dois gols marcados por Gabriel, agora artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro com 12 bolas na rede. Na temporada, o camisa 10 do Peixe já balançou as redes por 21 vezes. O resultado não só manteve a série invicta do Alvinegro - já são cinco jogos sem perder no Brasileirão e sem sofrer gols - como também alavancou o time para a oitava colocação nacional - a sete pontos do primeiro classificado à fase preliminar da LIbertadores, o Atlético-MG.

Agora, o Santos terá a semana livre para trabalhar até o clássico contra o São Paulo, marcado para o próximo domingo, na Vila Belmiro. O Tricolor paulista é o vice-líder da competição. O Paraná visita o Grêmio, em Porto Alegre, buscando apenas uma quarta vitória no Brasileiro. 

Mexidão...
Preocupado com o desgaste físico de seus atletas, o técnico Cuca colocou um Santos mexido em campo. Alison, Rodrygo e Eduardo Sasha começaram entre os reservas para as entradas de Yuri, Bryan Ruiz e Bruno Henrique no time titular. O paraguaio Derlis González também teve chance de mostrar serviço desde o começo do jogo. Um tanto quanto desencorpado, o Santos pouco apresentou nos minutos iniciais. Ficou mais com a bola, mas não soube transformar a posse em boas chances de gol.

...Confusão...
Enquanto isso, o Paraná, lanterna do Brasileiro e sem nada a perder, foi efetivo com a bola nos pés. Nadson chegou a mandar a bola na trave de Vanderlei. O problema é que a etapa inicial acabou por ficar marcada por confusão entre o técnico Claudinei Oliveira e o lateral Victor Ferraz. Tudo porque Bryan Ruiz foi vítima de duas duras entradas na sequência. Carlos e Alex Santana deram carrinhos desproporcionais no costarriquenho. Claudinei acabou expulso após bate-boca.

... E artilheirão!
O "troco" de Victor Ferraz a Claudinei Oliveira veio na bola. O camisa 4 do Peixe protagonizou ótima jogada pela direita e deu bom passe para Gabriel abrir o placar na Vila Capanema. O Paraná reclamou de falta no início da jogada, quando Rodrygo dividiu a bola e tocou para Bruno Henrique, que achou Derlis González. Foi do paraguaio o passe para Ferraz.

A partir do gol, o Santos passou a recuar as próprias linhas de jogo, se fechando atrás e tentando o contra-ataque com a bola nos pés. O Paraná se aproveitou, tentando incomodar e passando a ficar mais com a posse. Uma ótima jogada de Rodrygo, com toque sútil de Bruno Henrique, parou na trave do goleiro Richard. Pouco eficaz, o Paraná pouco conseguiu fazer. 

O segundo gol foi questão de tempo e prêmio para o artilheiro, no que pareceu uma repetição do primeiro lance de gol. Após nova roubada de bola de Rodrygo na intermediária e drible desconcertante, Derlis González deu ótimo cruzamento para Gabriel aparecer e marcar seu 12º gol no Brasileirão. 

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0 X 2 SANTOS

Local:
Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Data: 9/9/2018 - 19h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Heronildo S. Freitas da Silva (PA)
Público/renda: 4.504 pagantes / R$ 154.300,00
Cartões amarelos: Carlos (27'/1°T), René (31'/2ºT), Alex Santana (9'/2ºT) e Jhonny Lucas (35'/2ºT) (Paraná) e Gabriel (6'/2ºT), Yuri (11'/2ºT) e Robson Alves (19'/2ºT) (Santos)
Cartões vermelhos: -
Gols: Gabriel (6'/2ºT) e (32'/2ºT)

PARANÁ: Richard; Júnior, René Santos, Rayan e Igor; Jhonny Lucas, Alex Santana, Nadson (Ortigoza, aos 21'/2ºT) e Caio Henrique (Maicosuel, aos 30'/2ºT); Carlos (Deivid, aos 13'/2ºT) e Grampola. Técnico: Claudinei Oliveira.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Robson Alves e Dodô; Yuri (Renato, aos 29'/2ºT) e Diego Pituca; Bryan Ruiz (Rodrygo, no intervalo), Derlis González, Gabriel (Copete, aos 42'/2ºT) e Bruno Henrique. Técnico: Cuca.

Facebook Lance Twitter Lance