Punição à vista? Juiz relata latinhas atiradas pela torcida do Botafogo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Punição à vista? Juiz relata latinhas atiradas pela torcida do Botafogo

Botafogo x Santos
Gol de Renatinho anulado causou muita revolta no Nilton Santos (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)
Lazlo Dalfovo - 04/08/2018 - 20:19
Rio de Janeiro (RJ)
O amargo empate em 0 a 0 com o Santos, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, no Nilton Santos, pode trazer uma dor de cabeça a mais para o Botafogo para o restante da competição. Isso porque, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior (PR) relatou na súmula da partida que três latas de cerveja foram atiradas pela torcida (no setor leste) na saída da arbitragem.

Súmula - Botafogo x Santos
Súmula da partida Botafogo x Santos (Foto: Reprodução)
No documento oficial, também foi externado que uma das latas atiradas acertou um dos policiais que protegia a equipe de juízes. Com isso, o STJD deve entrar em ação quanto à ação dos torcedores alvinegros. Conforme apurado pelo LANCE!, a procuradoria do tribunal, aliás, já está ciente do incidente e vai estudar, com base no artigo 213, inciso III do CBJD, qual a seria a punição no caso de não reconhecimento do infrator - multa de até R$ 100 mil e perda de mandos de campo, por exemplo, podem ocorrer num hipotético julgamento. 

- Após o término da partida, no momento em que a equipe de arbitragem se dirigia para seu vestiário, foram arremessadas três latas de cerveja na direção da equipe de arbitragem, sendo que uma delas atingiu o ombro do sargento Douglas Melo, que era um dos policiais militares que faziam a escolta da equipe de arbitragem para seu vestiário - relatou o juiz.

A revolta da torcida, que não justifica o ato, se deu por conta de uma anulação de gol em lance de Renatinho. O meia partiu de trás em lançamento, mas, como Luiz Fernando estava impedido, o auxiliar responsável marcou irregularidade. O juiz chegou a validar o gol, porém, por fim, anulou novamente, gerando muita confusão e xingamentos no estádio. 

AÇÃO CONTRA O TRIO

E não foi só a torcida que ficou na bronca com o trio - formado pelos paranaenses Paulo Roberto Alves Junior, Pedro Martinelli Christino e Luciano Roggenbaum. A diretoria do Botafogo vai entrar com uma representação na CBF por causa do lance envolvendo Renatinho, esperando que uma suspensão para ambos seja consequência após a confusão gerada no fim da partida.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance