Helerson e Kanu se apresentam inspirados em Carli, Rabello e Marcelo: 'A gente vem nessa meta'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Helerson e Kanu se apresentam inspirados em Carli, Rabello e Marcelo: 'A gente vem nessa meta'

Coletiva - Helerson e Kanu
Helerson e Kanu garantem atuar pelos dois lados da defesa, e lutam por espaço desde já (Felippe Rocha)
Felippe Rocha - 11/01/2018 - 20:07
Rio de Janeiro (RJ)
A dupla de zaga mais que entrosada da época de base, e titular no ano passado, nos juniores, subiu para o time profissional também afiada. Kanu e Helerson foram apresentados após o treino desta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos. E se inspiram nos companheiros remanescentes: Carli, Igor Rabello e Marcelo. Histórias completamente diferentes, mas que ajudam.

- É muito bom para a gente. O Carli é líder, tem postura. Rabello tem alta performance e o Marcelo estourou no ano passado. A gente vem nessa meta de conseguir essas coisas também - explica Kanu, autor de um dos gols da vitória alvinegra no segundo jogo da final do Campeonato Brasileiro sub-20 do ano retrasado.


A dupla dele, na época, era Marcelo, que estreou como profissional ainda em 2016 e, em 2017, disputou até pela Copa Libertadores. Carli é o xerife, um dos mais queridos pela torcida. Já Rabello, apelidado de general, precisou ser emprestado para fazer sucesso, mas voltou e se consolidou. Ainda há os exemplos de fora.

- Aqui no Botafogo eu me inspiro no Marcelo. Fora, no Thiago Silva - disse Helerson, lembrando da participação que ele e o companheiro fizeram no treino da Seleção Brasileira, em outubro do ano passado.

- Eu me dei bem, caí no time dos caras feras - completou.

Com Marcelo, Kanu jogava pela esquerda. Com Helerson, atuou pelo lado direito. Vantagem? Talvez não.

- Na maioria das vezes eu atuei pelo lado esquerdo, mas, se precisar, atuo pela direita também - garante Helerson.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance