Barroca explica queda do Botafogo no 2º tempo: 'A ansiedade aumentou'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Barroca explica queda do Botafogo no 2º tempo: 'A ansiedade aumentou'

Atlético MG x Botafogo
Eduardo Barroca não conseguiu melhorar as coisas para o Botafogo na etapa final (Foto: DOUGLAS MAGNO / AFP) 
LANCE! - 01/08/2019 - 00:43
Rio de Janeiro (RJ)
O Botafogo chegou ao seu sexto jogo seguido sem vitória e não seguiu na Sul-Americana. A equipe carioca foi derrotada pelo Atlético-MG por 2 a 0, no Independência, repetindo a eliminação para um brasileiro no torneio continental - no ano passado, o algoz foi o Bahia. 

Chamou atenção, nesta quarta-feira, a queda de rendimento do Glorioso no segundo tempo - metade da partida em que o rival mineiro marcou os dois gols. Para Eduardo Barroca, o ajuste de Rodrigo Santana, técnico do Atlético-MG, no posicionamento de Elias, foi determinante para o mau desempenho do Fogo na etapa final. 

- A proposta era atacar porque precisávamos da vitória. Não caímos de produção por cansaço. Acredito que o Botafogo continuou com a bola no segundo tempo, mas passou a ter dificuldades para progredir. O tempo passou e a ansiedade aumentou. Tivemos dificuldade em fazer a bola chegar em condições de conclusão. Dificuldade foi de progressão, não de controle. O Rodrigo adiantou o Elias para tirar o Gustavo do jogo. Ficou mais difícil fazer a bola chegar rápido ao João e ao Alex. Até o momento do pênalti o jogo estava totalmente aberto. Com o Atlético em vantagem, o Botafogo precisou se abrir e fazer dois gols em 15 minutos, seria muito difícil - explicou o treinador. 


Derrota à parte, uma grata surpresa em Belo Horizonte foi o desempenho de Cícero na linha de zaga. Há dois anos, o camisa 20 fazia gol em final de Libertadores como centroavante, e na capital mineira, teve momentos importantes atuando ao lado de Marcelo Benevenuto. 

- O Cícero é um jogador de alto nível. Preciso fazer um agradecimento, pois na primeira vez que eu chamei ele para conversar para dizer que ele jogaria na zaga, ele falou "pode contar comigo". É um jogador que, como você falou, há pouco tempo estava jogando de atacante. É inteligente, experiente, tem várias virtudes. E com ele, entendi que teríamos uma saída de bola melhor. Entendo que a escolha foi bem feita, mas ressalto a minha confiança no Jean, que era minha outra opção - disse Barroca. 

Eliminado da 'Sula', o Alvinegro carioca volta a campo pelo Brasileirão, no domingo, às 16h, contra o Avaí, no Estádio Nilton Santos. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance