Bota sofre no fim, quase se complica, mas passa de fase na Sul-Americana
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Bota sofre no fim, quase se complica, mas passa de fase na Sul-Americana

  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Celso Pupo/Fotoarena Agência Lancepress!)
  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Mauro Pimentel / AFP)
  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Mauro Pimentel / AFP)
  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Mauro Pimentel / AFP)
  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Mauro Pimentel / AFP)
  •  Botafogo x Audax Italiano
    Botafogo x Audax Italiano (Foto: Mauro Pimentel / AFP)
Lazlo Dalfovo - 09/05/2018 - 23:41
Rio de Janeiro (RJ)
Não teve zebra no Nilton Santos, mas também não faltou tensão no fim. Nesta quarta-feira, o Botafogo recebeu o Audax Italiano-CHI, escolheu o modo 'com emoção' e empatou em 1 a 1, em jogo que parecia liquidado. Matheus Fernandes e Cabrera fizeram os gols do duelo, em que fez o Glorioso, que abusou de perder gols, avançar à segunda fase da Copa Sul-Americana - pois na ida havia triunfado por 2 a 1.

INÍCIO SONOLENTO
O Botafogo foi a campo com uma mudança em relação ao último jogo: Luiz Fernando voltou a ser titular, enquanto Rodrigo Pimpão, para o banco. Pelo lado do atacante, o time de Alberto Valentim esboçou uma pressão nos minutos iniciais, porém faltou inspiração. Do outro, forte marcação e chegadas também esporádicas - em um lance com Jefferson, os chilenos chegaram a pedir pênalti.

PRESSÃO PRÉ-VESTIÁRIO
Ciente de que Alberto chegaria junto pelo ritmo indolente, o Bota tratou de amenizar a impaciência da arquibancada e, perto do intervalo, apertou o passo e chegou perto de marcar em algumas ocasiões. Matheus Fernandes e Luiz Fernando finalizaram para fora; Valencia, em ótimo lançamento do destaque Lindoso, parou no goleiro Villareal.

VOLTOU LIGADÃO
Como de praxe, Valentim esteve chamejante à beira do gramado, e a energia do treinador contagiou de vez os comandados na segunda etapa. O Alvinegro voltou mais consistente. Brenner teve uma chance clara, contudo veio da joia Matheus Fernandes o placar inaugurado. O volante arriscou de fora, como tinha feito mais cedo, e guardou. Golaço - e  o primeiro tento do jovem no time profissional.

NA TRAVE!
Valentim optou por uma formação inédita sob o seu comando: Kieza aberto pela esquerdo, no lugar de Valencia. E foi o camisa 9 que puxou um ataque quase letal, finalizado por Brenner, de primeira. A bola atingiu a trave.

EMOÇÃO ATÉ O FIM
Não foi por falta de oportunidades que o Botafogo não matou o jogo, que parecia resolvido até os 40 minutos do segundo tempo. Matheus e Kieza perderam cara a cara, sem marcação. Pimpão também desperdiçou chance clara. No fim, na base do abafa, o Audax igualou e temperou os derradeiros lances. No entanto, parou por aí, para alívio dos alvinegros, que vaiaram depois do apito final. 

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 1 AUDAX ITALIANO (CHI)
Local:
Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 9/5/2018 - 21h45
Árbitro: Michael Espinoza (PER)
Auxiliares: Michael Orue (PER) e Stephen Atoche (PER)
Público/renda: 8.251 pagantes / R$ 202.380,00
Cartões amarelos: Brenner, Jefferson, Carli (BOT); Crovetto, Brosso (AUD)
Cartões vermelhos: -
Gols: Matheus Fernandes, 13'/2ºT (0-1); Cabrera, 40'/2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Jefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão - 21'/2ºT), Renatinho e Valencia (Kieza - 18'/2ºT); Brenner (Jean - 34'/2ºT). Técnico: Alberto Valentim

AUDAX ITALIANO (CHI): Peric, Bosso, Fabián Torres, Manuel Fernández (Escobar - 32'/2ºT) e Crovetto; Cabrera (Jeraldino - 24'/2ºT), Cornejo, Vásquez, Ariel Martínez e Carrasco; Tarifeño (Ledezma - 36'/2ºT). Técnico: Juan Ribera

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance