Atento aos erros do passado, Bota estreia na Copa Sul-Americana
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Atento aos erros do passado, Bota estreia na Copa Sul-Americana

  •  2012 - Botafogo x Palmeiras
    2012 - Botafogo x Palmeiras LANCE!
  •  2011 - Botafogo x Santa Fe
    2011 - Botafogo x Santa Fe LANCE!
  •  2009 - Botafogo x Cerro Porteño
    2009 - Botafogo x Cerro Porteño Lance!
  •  2008 - Botafogo x Estudiantes (André Luís puxando cartão do árbitro)
    2008 - Botafogo x Estudiantes (André Luís puxando cartão do árbitro) Acervo lance!
  •  2007 - River Plate x Botafogo
    2007 - River Plate x Botafogo Acervo Lance!
  •  2006 - Botafogo x Fluminense
    2006 - Botafogo x Fluminense Acervo Lance!
Felippe Rocha e Lazlo Dalfovo - 12/04/2018 - 07:00
Santiago (Chile)
Quatro dias depois do título carioca, o Botafogo inicia a saga para tentar levantar mais um troféu: desta vez, a inédita Copa Sul-Americana, que tem início, para o Glorioso, nesta quinta-feira, contra o Audax Italiano, no Chile. Pelo segundo sucesso na temporada, o time buscará não repetir erros do passado que resultaram em eliminações mais ou menos lembradas pelos torcedores. Concentração até o fim, autocontrole e capacidade de ser eficiente no ataque são algumas lembranças.

O Alvinegro vai para a sétima participação no torneio continental. Desde 2006 há lições para tirar. Em 2006, o time caiu logo na segunda fase, a primeira que participou. Foi para o Fluminense, após levar o empate nos acréscimos do segundo tempo do segundo jogo. Nas cobranças de pênaltis, William recuou. Erro histórico.

No ano seguinte, o time levou três gols nos últimos 18 minutos para o River Plate, após vencer o primeiro duelo e estar duas vezes à frente do placar. Vexame nunca esquecido diante do time da então promessa colombiana Falcao Garcia, hoje consagrado.

Já a participação de 2008 ficou marcada pelo cartão amarelo aplicado por André Luís no árbitro chileno Carlos Chandía. Naturalmente, o zagueiro acabou expulso logo depois. O nervosismo jogou contra também em 2009, quando a equipe perdeu em casa para o Cerro Porteño. Em 2011, o mistão do Glorioso não foi páreo para os colombianos do Santa Fé. Em 2012, o Palmeiras se mostrou mais forte.

- É um campeonato diferente, é uma copa diferente. O clima diferente e a arbitragem deixa jogar mais. Muitas coisas já falamos no nosso vídeo - explicou Alberto Valentim, já em solo chileno.

A história de 2018 começa esta noite. Veremos se o último colocado do campeonato local, com Loco Abreu provavelmente no banco de reservas, vai conseguir segurar o vencedor do Estadual do Rio.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance