Agora com Marcos Paquetá, disputa nas laterais do Botafogo é reaberta
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Agora com Marcos Paquetá, disputa nas laterais do Botafogo é reaberta

Gilson - Botafogo
Gilson foi decisivo na partida contra o Grêmio, e deve voltar a jogar (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
Felippe Rocha - 01/07/2018 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
O ano do Botafogo começou com Arnaldo na lateral direita e Gilson na esquerda. O tempo passou, o primeiro foi emprestado e o segundo ganhou forte concorrente. No último jogo de Alberto Valentim, Marcinho perdeu a vaga para Luis Ricardo, e Moisés estava na esquerda. O treinador, então mudou. E a disputa pelas camisas 4 e 6 do Glorioso se escancarou.

Para o número que Nilton Santos vestia, Gilson deve voltar a ter chance, uma vez que Moisés (assim como Yago e Jean) pertence ao Corinthians, próximo rival. Yuri participou do treino aberto da última quinta-feira e corre por fora. Do outro lado, conforme visto na mesma atividade, deve ter a sonhada sequência.

- Vejo por essa forma. Eu contava com a sequência de jogos, precisava. O Valentim me deu essa oportunidade e ninguém esperava a saída dele. Mas o futebol é desta forma. Preciso dessa sequência, jogador precisa estar jogando e eu vou continuar trabalhando para que o Paquetá conte comigo - disse à Rádio Brasil.

A oportunidade que Luis Ricardo deve ter, Moisés certamente não terá. Com o antigo treinador, ele foi titular com poucos treinos, mas uma entorse no tornozelo direito, na final do Campeonato Carioca, interrompeu a sequência. Quando voltou, precisou de tempo. E agora a vez será de um concorrente.

- Infelizmente eu tive a lesão. Quando voltei, nos três ou quatro primeiros jogos eu tive atuação abaixo mesmo, depois pude pegar um ritmo de jogo melhor. Com certeza essa parada vai ser boa. Estou aproveitando ao máximo os treinos para voltar bem e ajudar o Botafogo - afirmou Moisés.

Juventude, experiência, força ofensiva, defensiva... são diferentes características que Marcos Paquetá já observa para definir os laterais titulares. E como sempre ocorre após trocas no comando, o elenco todo se enche de expectativa.

- O grupo vai estar trabalhando, e abre novos horizontes para quem está com expectativa de jogar - lembra Luis Ricardo.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance