Roger Machado fala sobre o momento instável do Bahia: 'Entendo a frustração do torcedor'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Roger Machado fala sobre o momento instável do Bahia: 'Entendo a frustração do torcedor'

Roger Machado - Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
LANCE! - 24/10/2019 - 16:19
Futebol Latino
Nesta quinta-feira, o técnico Roger Machado concedeu entrevista coletiva no Fazendão e fez mistério sobre a escalação do Bahia que encara o Internacional no próximo sábado, na Arena Fonte Nova.

E MAIS:
Sem Moisés, lesionado e Élber, suspenso, o comandante ainda não definiu os substitutos e ainda avalia a titularidade de Alejandro Guerra entre os 11.



‘Pode ser o momento (do Marco Antônio), pode ser o momento do Arthur Caíke, que tem entrado tão bem quanto ele, pode ser a continuidade do Guerra, que na minha opinião, jogou bem. Substituição foi mais por conta do cartão amarelo, e por procurar outra característica. Tenho boas opções, dependendo da leitura do que o Inter virá, podemos lançar jogadores com características diferentes. Guerra, Marco e Caíke são diferentes em características’, disse Roger.

Em outro ponto da coletiva, o treinador analisou o momento do Tricolor, que não venceu nas últimas três rodadas e convive com a pressão do torcedor, que cobra uma vaga na Libertadores da América.

‘Entendo a frustração do torcedor, assim como em outros jogos, mesmo não tendo conquistado a vitória em casa, o torcedor aplaudiu, como na eliminação para o Grêmio. Não há necessidade de fazer um discurso de otimismo. É só olhar para a tabela que ele vai ver o reflexo das boas atuações quando ele esteve presente, de uma campanha regular, que nenhum momento flertou com a parte debaixo, e continuamos vivos e com muita esperança de conquistar. Nosso torcedor, embora muito apaixonado, ele também é muito consciente. Sou muito grato e me sinto muito satisfeito, e mesmo quando o torcedor não gosta, mas ele esteve lá, e isso faz toda a diferença. Ele sabe que o jogador fez o seu melhor dentro daquele contexto. O que eu falei para os atletas, é transmitir a confiança e motivação que temos que ter, para acabar o ano de forma que todos fiquem satisfeitos. Primeiro objetivo, permanência. Segundo, Sul-Americana. E a cereja do bolo? Libertadores’, afirmou o treinador.

Após 26 partidas, o Bahia aparece na oitava colocação do Campeonato Brasileiro, com 41 pontos, um a menos que o Inter, adversário do fim de semana.


Facebook Lance Twitter Lance