Rodrigo Santana culpa falta de treinos como motivo para jogo ruim
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rodrigo Santana culpa falta de treinos como motivo para jogo ruim

Atlético-MG x Vasco - Igor Rabello
O Galo tem oscilado muito dentro dos jogos, com desempenho bons e ruins em pouco espaço de tempo- (Divulgação/Atlético-MG)
Valinor Conteúdo - 02/10/2019 - 22:14
Belo Horizonte
Em sua coletiva, o técnico Rodrigo Santana foi questionado sobre a desorganização do Atlético-MG durante o jogo contra o Vasco, vitória cruzmaltina por 2 a 1 de virada. O treinador alvinegro citou como motivos para a queda de rendimento o pouco tempo de treinos com os atletas, já que a opção da comissão técnica é sempre manter o elenco em condições de jogo, evitando lesões que prejudiquem ainda mais o Galo.

Apesar das justificativas, Santana acha que o Atlético fez um jogo abaixo da média, afirmando que a falta de entrosamento pode ser um elemento que contribui para a oscilação durante os jogos.

-Acredito que fizemos um jogo abaixo. Mas devido à sequência de jogos, perdemos jogadores e isso dificulta qualquer tipo de trabalho. A chance de perder jogadores por lesão é grande. O Otero vem entrando agora no time e por isso vem acontecendo esses problemas nos jogos. Tentamos corrigir com vídeos, preleções e conversa durante as partidas. Todavia,tem faltado tempo para treinar e acertar esses detalhes no time- disse Santana, que reclamou da postura muito recuada da equipe.

-Até os 15 minutos de jogo, ficamos com a marcação baixa, mais no campo deles. Mas depois, ainda no primeiro tempo o time ficou mais atrás e temos pedido para saírem mais para o jogo.


E MAIS:
Santana lembrou que no primeiro turno, o Galo fez um gol no fim da partida, saindo com a vitória sobre o Vasco, mas desta vez foi com o Vasco. Entretanto, afirmou que não viu futebol suficiente para o time carioca vencer os mineiros no Horto.

-O futebol é assim: no primeiro turno quem fez o gol no final e saiu feliz fomos nós. Mas. deixamos o Vasco muito confortável em nosso campo. Porém, não vi nada demais no jogo deles para ganhar da gente aqui-disse.

Já projetando como buscar a reabilitação e a forma de encarar o Palmeiras, rival do próximo domingo, fora de casa, em São Paulo.

-É um momento difícil. Temos de nos unir. Estamos perdendo jogadores. Há elencos em que entram e saem jogadores e às vezes nem se sente falta. Nós temos de buscar manter todos sempre em condições de jogo, o que é algo bem complicado. Para domingo(contra o palmeiras) deve ser até mais difícil do que foi contra o vasco. Vamos ver se arrancamos ponto lá fora também e para isso, iremos mexer com os brios do time- concluiu.

O duelo com o alviverde será no domingo, 6 de outubro, às 16h, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.




E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance