Rafinha diz que Guardiola mostrava vídeos de Cruzeiro, Galo e Timão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rafinha diz que Guardiola mostrava vídeos de Cruzeiro, Galo e Timão

Rafinha - lateral - Bayern de Munique (ALE)
Rafinha foi comandado por Guardiola entre 2013 a 2016 e fez elogios ao treinador em sua biografia-(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)
Valinor Conteúdo - 05/05/2019 - 16:14
Belo Horizonte
Quem diz que técnicos europeus não observam o futebol brasileiro, se equivoca quando se trata do espanhol Pep Guardiola, atual comandante do Manchester City-ING, multicampeão pelo Barcelona e Bayern de Munique. Em entrevista ao programa “Aqui com Benja”, do canal fechado Fox Sports, o lateral-direito Rafinha, que foi treinado por Guardiola na equipe alemã entre 2013 a 2016 revelou que Pep usava vídeos de equipes brasileiras em suas preleções, principalmente de Cruzeiro, Atlético-MG e Corinthians.

A escolha de Guardiola por esses clubes era pelo momento vencedor do trio. O Cruzeiro foi bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, o Galo campeão da Libertadores de 2013, com Ronaldinho Gaúcho, enquanto o Timão venceu o Brasileiro de 2015, além de ter sido o último sul-americano vencedor do Mundial de Clubes da FIFA, em 2012, vencendo o Chelsea-ING na final.

Mas, o uso das imagens do trio brasileiro não eram para elogios e sim, um alerta aos jogadores do Bayern de que os maiores campeões do futebol brasileiro naquela época perdiam muito tempo na transição de passes entre os setores do campo.




E MAIS:
-Ele cansou de mostrar em preleção vídeo de jogo do Brasil. Porque ele pegava uma jogada que a bola saía do lateral-direito para chegar no lateral-esquerdo. A bola começava na direita, ia para um zagueiro, depois para outro zagueiro e depois para o lateral. Essa transição passou por quatro jogadores e perdeu tempo- disse.

Rafinha contou que Guardiola ficava muito atento ao que acontecia no Brasil, especialmente com o Galo, com R10 no comando da a armação da equipe, além de Cruzeiro e Corinthians.

-O Guardiola vê muito jogo do Brasil e mostrou muitas vezes. Mostrava de Corinthians, do Atlético-MG, na época que o Ronaldinho estava lá. Ele acompanhava bastante também o Cruzeiro. Não era uma crítica dele, mas o futebol brasileiro é assim. É difícil ver um lateral virando uma bola, aqui na Europa é muito mais rápido- explicou.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance