Denílson, do Atlético-MG, ainda não conseguiu mostrar a que veio
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Denílson, do Atlético-MG, ainda não conseguiu mostrar a que veio

Denílson
Denílson não marcou nenhum gol pelo Galo- Divulgação
Valinor Conteúdo - 07/10/2018 - 15:37
Belo Horizonte
O atacante Denílson chegou ao Atlético-MG, para ser o substituto imediato de Ricardo Oliveira, quando fosse necessário. Também era uma aposta do clube para o futuro, já que é muito jovem ainda, 22 anos. Mas, o avante vindo do Vitória-BA ainda não mostrou serviço no Galo.

Contra a Chapecoense, Denílson teve sua primeira chance de começar jogando, mas não conseguiu nenhuma finalização ao gol, ou articular qualquer jogada de ataque que levasse perigo para o adversário.

Com cinco anos de contrato, o atacante entrou em campo cinco vezes. Foram apenas três finalizações, todas fora do gol.
Thiago Larghi lamentou a falta de Ricardo Oliveira, mostrando que Denílson ainda não está apto para assumir o comando do ataque alvinegro.


- Ricardo faz falta, é um dos maiores centroavantes do futebol brasileiro. O Cazares estava entrosado. Não tivemos o Nathan, que seria o reserva imediato do Cazares, mas não pôde vir, disse, sem individualizar a atuação de Denílson.

Para o clássico contra o América-MG, Ricardo Oliveira e Cazares devem estar à disposição do Atlético-MG no clássico contra o América-MG, no próximo domingo, 19h, no Independência.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance